Sábado, 15, é dia de vacinação contra paralisia infantil

A Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realiza no sábado, 15 de agosto, o Dia de Mobilização Nacional Contra Paralisia Infantil. Este ano, quando o Brasil celebra o 26º ano sem a doença no País, a campanha abrange, além da Poliomielite, a Campanha de Multivacinação para atualização da caderneta. Até 31 de agosto todas as vacinas também poderão ser tomadas nos postos de saúde da cidade.

 

No sábado, 31 postos serão instalados em pontos estratégicos, funcionando das 8h às 17h e a orientação é que os pais ou responsáveis levem o cartão de vacina para ser atualizado. Todas as crianças na faixa etária de seis meses até quatro anos e 11 meses deverão tomar as doses das vacinas.

 

A meta da Coordenação do Programa de Imunização de Barreiras – Copin é imunizar 11.042 crianças contra a Paralisia Infantil, ou, 95% das crianças em idade vacinal, de acordo com o Ministério da Saúde.

 

Abertura oficial:  Nesta sexta-feira, 14, véspera do Dia D de Vacinação será realizada a abertura oficial da Campanha. O evento será às 9h na Creche Municipal Encanto da Criança, no bairro Morada da Lua e contará com a presença da secretária de saúde de Barreiras, Regina Figueiredo.

 

Locais de vacinação:

 

1) Escola Municipal Boa Sorte

2) Escola Municipal Maria Castro – Ribeirão

3) Unidade de Saúde da Família Crispiniana Ferreira de Souza – Morada da Lua de Cima

4) Unidade de Saúde da Família Almiro Vieira de Mello – Morada da Lua de Baixo

5) 25ª Dires

6) Unidade de Saúde Daniel Bueno – Vila Brasil

7) Unidade de Saúde Dr. Jaime Lima – Vila Dulce

8) Escola Municipal Presidente Médici

9) Escola Municipal Costa Borges

10) Posto de Saúde 24 Horas

11) Feira Livre – Barraca

12) Posto de Saúde Jardim Ouro Branco

13) Posto de Saúde Romualdo Albernaz – Loteamento Flamengo

14) Unidade de Saúde da Família João Gualberto de Almeida – Vila Nova

15) Unidade de Saúde da Família Dr. José Maria de Magalhães Neto – Santa Luzia

16) Unidade de Saúde da Família Alda Barros de Lacerda – Santa Luzia

17) Unidade de Saúde da Família Gileno de Sá – Loteamento Rio Grande

18) Unidade de Saúde da Família Dr. Aroldo Cavalcante – Santa Luzia

19) Hospital do Oeste

20) Unidade Básica de Saúde Herculano Faria – Barreirinhas

21) Hospital Eurico Dutra

22) Unidade de Saúde da Família Martina Clara – Barreirinhas

23) Rodoviária

24) Centro de Saúde Leonídia Ayres

25) Unidade de Saúde da Família Antonio Lúcio Peixoto – Vila Rica

26) Unidade de Saúde da Família Clara Cecília Fernandes – Vila Rica

27) Unidade Básica de Saúde Hans Werner – Vila Amorim

28) Unidade de Saúde da Família Antonia Zélia – Vila Amorim

29) Unidade de Saúde da Família CAIC

30) Escola Luzia Gonçalves – Loteamento Santo Antonio

31) Arboreto I

 

http://barreiras.ba.gov.br/noticias/sabado-15-e-dia-de-vacinacao-contra-paralisia-infantil/

Inscrições para escola de linheiros da ABENGOA começam na segunda-feira

De 17 a 21 de agosto, estão abertas as inscrições aos interessados em participar do curso de formação de auxiliar de montagem de estrutura de linha de transmissão. Para participar, basta procurar a sede do SENAI, das 08:00 às 17:00 horas.

 

O curso tem carga horária de 168 horas com aulas teóricas e práticas, os melhores alunos serão selecionados para contratação na empresa ABENGOA, que possui três frentes de trabalho em Barreiras e são responsáveis pela construção de uma linha de transmissão de energia que sai de Miracema – Tocantins até Sapeaçu – Bahia.

 

No ato da inscrição é necessária a apresentação de documentos pessoais como RG, CPF e comprovante de residência.  Serão 35 dias de aula, distribuídas em 8 horas diárias.

 

Nesta primeira etapa, serão oferecidas 100 vagas.

http://barreiras.ba.gov.br/noticias/inscricoes-para-escola-de-linheiros-da-abengoa-comecam-na-segunda-feira/

Reunião define detalhes para Semana da Pátria em Barreiras

A Prefeitura de Barreiras realizou ontem, 11/08, uma reunião para definir os detalhes da programação da Semana da Pátria no município. Estiveram presentes entidades educacionais e de segurança pública, com a participação de representantes da Secretaria Municipal de Educação, 4º BEC, Polícia Militar da Bahia, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros e Núcleo Regional de Educação – NRE 11.

A Prefeitura de Barreiras realizou ontem, 11/08, uma reunião para definir os detalhes da programação da Semana da Pátria no município. Estiveram presentes entidades educacionais e de segurança pública, com a participação de representantes da Secretaria Municipal de Educação, 4º BEC, Polícia Militar da Bahia, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros e Núcleo Regional de Educação – NRE 11.

O secretário municipal de educação, Cosme Uilson enfocou a importância do envolvimento de todos os setores educacionais e militares, e o resultado positivo dos anos anteriores. “A semana da Pátria é um momento que discutimos nas escolas, na rua e no trabalho o que é ser brasileiro e a importância que nós temos na construção dessa nação. A temática desse ano representa também o fortalecimento da leitura em nosso meio, perpassa o propósito de que o conhecimento, o saber e a leitura é o meio de enriquecimento intelectual que pode contribuir para melhorar nosso senso de cidadania e humanidade”, disse o secretário.

O prefeito Antonio Henrique finalizou agradecendo a participação das instituições e parabenizando pela parceria positiva que tem sido conduzida a Semana da Pátria.

 

http://barreiras.ba.gov.br/noticias/reuniao-define-detalhes-para-semana-da-patria-em-barreiras/

Confira as vagas de emprego

VAGAS ATUALIZADAS 12-08-15

Mais informações na Perfil Treinamentos:

Endereço: Rua Floriano Peixoto, 225. Barreiras - Bahia - CEP: 47800-000

Telefone: (77) 3612-4443 / 9814.6680 / 8134.5764 / 9999-5307 / 8867-6508


 

VENDEDOR INTERNO COM EXPERIÊNCIAS EM FERRO E AÇO

01 – Vendedor Interno com conhecimento na área de ferro e aço – Com Hab. A/B para Barreiras

Empresa de grande porte mais 50.000 colaboradores

PRINCIPAIS RESPONSABILIDADES

- Concretizar as negociações com clientes dentro dos parâmetros da política comercial definida, bem como implantar os pedidos no sistema.

- Atender clientes de sua carteira (Clientes C) e de Balcão, prestando informações referentes à posição de pedidos, duplicatas, estoques, entregas e condições comerciais.

- Monitorar o processo de reclamação de seus  clientes através da abertura de RC’s e acompanhamento das ações necessárias para sua resolução.

- Assegurar o atendimento pós-venda aos clientes, monitorando a carteira de pedidos e o ritmo de entregas (ATP), mediante interação com as áreas de Logística e Entregas.

- Atuar na gestão da carteira de cobrança, buscando o recebimento de valores não pagos pelos seus clientes.

- Planejar o programa de contatos a clientes e o executar de forma a assegurar a produtividade e otimização dos recursos.

- Manter a empresa informada das práticas da concorrência no que se refere a preços, linha de produtos, condições e práticas comerciais através de contatos com clientes e mercado em geral.

- Realizar a previsão mensal de vendas de acordo com as expectativas de demanda do mercado.

- Contribuir para a manutenção de um cadastro atualizado de clientes, registrando informações significativas, providenciando documentos que subsidiem a análise de concessão e revisão de crédito.

CONHECIMENTOS  E  HABILIDADES

Preferencialmente formado ou cursando nível Superior em Administração, Marketing ou Engenharia

Potencial  de comunicação e negociação são imprescindíveis.

SALÁRIO: Aproximadamente R$ 1.900,00 + variáveis + benefícios, esse serão apresentados parcialmente no momento da entrevista, e na contratação, se isso acontecer.

BENEFÍCIOS: Plano de Saúde Bradesco ou Unimed (válido para o colaborador filhos e esposa), Plano Odontológico Bradesco (válido para o colaborador filhos e esposa), Beneficio Farmácia, Vale transporte, Ticket Alimentação no valor de R$ 420,00 mensal, Bolsa de estudos (existe critérios para utilização deste beneficio), entre outros benéficos que serão passados no momento da contratação.


 

02 - Supervisor de vendas (Ambos os sexos) - Faculdade completa ou cursando último semestre (Adm, economia, engenharia de produção) até 24 ano. Uma vaga para Barreiras e outra para o LEM - Salário R$ 1.500,00


 

TÉCNICO DE INFORMÁTICA – CAMPO – ATUAR NA CIDADE DE BARREIRAS

IMPRESCINDÍVEL POSSUIR VEÍCULO PRÓPRIO E HABILITAÇÃO EM DIAS

SALÁRIO: R$ 1.156,66

REFEIÇÃO: R$ 21,40/DIA

PLANO DE SAÚDE E ODONTOLÓGICO

REEMBOLSO DE KM PERCORRIDA

CONTRATAÇÃO IMEDIATA – CLT

HORÁRIO: DAS 08 ÁS 17:30HS (SEGUNDA A SEXTA-FEIRA)

Pré-requisitos: Experiência profissional de 01 (um) ano em suporte técnico à microinformática em software comprovada em CTPS; desejável em hardware, com manutenção e assistência técnica a equipamentos de microinformática e configuração de rede de computadores, protocolo TCP/IP, conhecimento avançado em sistemas operacionais, instalação e configuração de sistemas operacionais da plataforma Windows, instalação e configuração de computadores em redes, sólidos conhecimentos de sistemas operacionais de rede, instalação e configuração de aplicativos Microsoft, conhecimento dos aplicativos do pacote Office (Word, Excel, Outlook, Access e Power Point) e do pacote do software livre BrOffice, conhecimento do aplicativo Internet Explorer. Suporte Técnico


 

02 – Gerentes Comercial / Salário + Comissão – R$ 3.000,00 a R$ 6.000,00 / superior completo / 02 anos exp. – disponibilidade para viajar / mudança de cidade


 

02 – Publicidade / Marketing com exp.


 

01 - Supervisor de obra  (mestre de obra) empresa de grande porte


 

01 Vendedor externo com exp. para  atacadista  com carro ou moto


 

01 – Estoquista / Comprador com faculdade com experiência – Salário R$ 1.250,00 + Comissão


 

02 - Cozinheira para fazenda salário / salário  R$ 1.370,00


 

01 - Garçom ou garçonete para trabalhar 17:00 as 00 horas com moto


 

01 - Mecânico para motos, casado, a partir de 25 anos com hab. AB


 

05 - Vendedores com experiência de 01 ano / acima de 22 anos com hab. B


 

01 – Vendedor com experiência em peças automotivas / agrícolas


 

01 – Digitadora para o LEM – 06 horas de trabalho


 

01 – Recepcionista / telefonista – Exp. de 01 Ano e que tenha cursos técnicos em enfermagem ou laboratório – Para o LEM


 

01 – Técnico em informática com exp. com hab. A/B de 18 a 25 anos


 

01 - Vendedor com experiências em peças de motos


 

01 - Cozinheira para Fazenda


 

01 - Mecânico de manutenção agrícola Pleno com experiências


 

01 - Auxiliar de cozinha para fazenda


 

01 - Estoquista - 21 a 35 anos - Salário + ticket alimentação + bonificação - R$ 250,00 - Para o LEM


 

01 - Borracheiro para fazenda com exp.


 

01 - Vendedor com habilitação A/B de 18 a 29 anos com exp. em vendas e conhecimento em CFTV ou provedores


 

01 - Recepcionista - Mulher com exp. até 35 anos - More próximo ao centro - 12x36 - Noite para motel


 

01 - Caixa com exp. Mulher - More Próximo ao centro, Morada da Lua, Lot. São Paulo ou Vila Regina)


 

01 - Repositor com exp. More próximo ao centro, Morada da Lua, Lot. São Paulo ou Vila Regina)


 

01 - Assistente de Vendas 25 a 30 anos - Cursando faculdade com Hab. A/B / Minimo 02 anos de habilitada / Exp. com direção - Mulher


 

MAIS INFORMAÇÕES: 

Perfil Treinamentos

Endereço: Rua Floriano Peixoto, 225. Barreiras - Bahia - CEP: 47800-000

Telefone: (77) 3612-4443 / 9814.6680 / 8134.5764 / 9999-5307 / 8867-6508

Governo português destina recursos para combater violência doméstica

Da Agência Lusa

O governo de Portugal assina hoje (12) com entidades de apoio a vítimas de violência doméstica e de proteção às vítimas de tráfico de seres humanos um protocolo que destina mais de 200 mil euros para ações nessas áreas.

 

Os apoios serão formalizados em cerimônia na Assembleia da República, onde a secretária de Assuntos Parlamentares e da Igualdade, Teresa Morais, vai presidir a assinatura de cartas de compromisso com representantes de entidades gestoras que integram a rede nacional de apoio e proteção a vítimas de violência doméstica, assim como de tráfico de seres humanos.

 

Os recursos serão repassados a 11 entidades gestoras de estruturas de atendimento e acolhimento de vítimas de violência doméstica (dois núcleos de atendimento, oito entidades gestoras de Casas de Abrigo) e ao órgão responsável por equipes multidisciplinares de apoio e proteção às vítimas de tráfico humano, de acordo com informações da secretaria.

 

Assim, “o governo renova o apoio às instituições que tratam da prevenção e do combate à violência doméstica, principalmente por meio da proteção das suas vítimas e da promoção de sua integração social, e criar nova forma de apoio para as vítimas de tráfico”, diz comunicado.

 

De acordo com o documento, parte dessa verba vai custear o retorno das vítimas aos seus países de origem, quando são procedentes da União Europeia.

 

A formalização da Carta de Compromisso permitirá às entidades reforçar o acolhimento de emergência de mulheres que sofrem violência e de seus filhos menores, melhorar as condições de moradia e de conforto das Casas de Abrigo, além de apoiar as vítimas no momento em que deixam as casas de acolhimento.

 

Os recursos somam-se à verba de 500 mil euros, liberados em 2015 para prevenção, apoio e proteção aos que sofrem violência, provenientes das verbas dos Jogos Sociais. O financiamento suplementar ultrapassou, nos últimos quatro anos, 4 milhões de euros, segundo o governo português.

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2015-08/governo-portugues-destina-recursos-para-combater-violencia-domestica

Mais Árvores Bahia - Barreiras

A terceira etapa do programa aconteceu no dia 10 de julho de 2015 durante a ExpoBarreiras. Saiba por que a silvicultura está crescendo por lá e saiba onde vai ser instalada a primeira usina termoelétrica de geração de energia 100% do eucalipto.

O evento foi uma realização do Time Agro Brasil, organizado pela Comissão de Silvicultura e Agrossilvicultura da CNA em parceria com a ABAF - Associação Baiana das Empresas de Base Florestal. O vídeo é uma produção da Bit Vídeo, uma empresa da Paulo Cardoso Comunicações.

Fonte: http://www.maisfloresta.com.br/videos/eventos/mais-arvores-bahia-barreiras-95.html

Sesab fará nova licitação para terminar UPA de Barreiras

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) confirmou nesta terça-feira (11), em nota ao Bahia Notícias, a suspensão na construção da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Barreiras, na Bacia do Rio Grande, oeste do estado, e ressaltou que providencia novo processo licitatório para o término das obras.

A assessoria da pasta culpou a construtora vencedora da licitação pela descontinuidade do serviço afirmando que “a empresa responsável pela obra solicitou descredenciamento por motivo de descapitalização”. Ainda segundo o texto, um novo certame foi realizado em junho de 2014 mas nenhuma companhia teria se interessado pelo contrato.

A construção da unidade foi autorizada em 2008 e o serviço iniciado em 2010. A UPA de porte 2 tem capacidade para atender 300 pacientes por dia e é equipada com até 12 leitos.

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/municipios/noticia/2649-sesab-fara-nova-licitacao-para-terminar-upa-de-barreiras.html

Mapeamento de violência no parto quer prevenir ocorrências nos serviços de saúde

“Minha sensação é que eu não servia para ser mãe. Não consegui fazer o parto do jeito certo [normal], não conseguia amamentar. Tinha algo muito errado comigo. Fui abrindo mão de muitas coisas e isso influenciou a minha maternidade”. O relato é da jornalista Carol Patrocínio, 30 anos, sobre as consequências da violência que sofreu durante o parto do primeiro filho, quando tinha 18 anos. Maus-tratos e desrespeito na gravidez são situações que afetam muitas mulheres. Para enfrentar o problema, uma pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS) mapeou sete tipos de violência no parto. O objetivo é identificar e prevenir essas ocorrências nos serviços de saúde.

 

Somente quando engravidou do segundo filho, sete anos depois, Carol se deu conta de que não era normal ter passado por situações de maus-tratos e desrespeito. “Quando você começar a ler e a conversar com outras mulheres, você vê que a culpa não é sua, que essa violência é institucionalizada”, relatou. Entre as situações vividas pela jornalista no nascimento de Lucas, hoje com 11 anos, ela citou a cesariana sem indicação, a espera de seis horas sem acompanhante para a cirurgia e a orientação para que permanecesse todo o período de espera em uma só posição, pois, caso contrário, o bebê estaria em risco.

 

O professor João Paulo Dias de Souza, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (USP), coordenou o estudo da OMS nas línguas portuguesa, espanhola e francesa. Ele disse que a metodologia foi encontrar na literatura quais os tipos de maus-tratos e desrespeito haviam sido relatados por mulheres no momento do parto. “Procuramos todos os estudos que reportavam algum tipo de desrespeito, abusos e maus-tratos”, explicou. Foram reunidos 65 trabalhos, realizados em 34 países. Os resultados foram publicados no fim de junho na revista PLOS Medicine, dos Estados Unidos.

 

São sete os tipos de violência mapeados: abuso físico, abuso sexual, preconceito e discriminação, não cumprimento dos padrões profissionais de cuidado, mau relacionamento entre as mulheres e os prestadores de serviços e condições ruins do próprio sistema de saúde. Para Souza, muitas dessas situações ocorrem sem que haja intencionalidade por parte dos profissionais, mas são estimuladas por um alto nível de desgaste, estresse e pelas limitações dos serviços de saúde. “A partir dessa constatação, temos que desenvolver estratégias para desarmar esses ambientes tóxicos em que muitas maternidades se constituem”, defendeu.

 

Gritos, chutes, beliscões, julgamentos, esbofeteamento, comentários acusadores e até mesmo abuso sexual foram agressões relatadas pelas gestantes na pesquisa. O coordenador reforça que esses episódios foram encontrados em vários países. “Ocorre em diferentes proporções, intensidades, mas no mundo inteiro”, afirmou. A publicação, no entanto, cita o Brasil em cinco momentos, ao se referir à restrição da presença de acompanhante, a situações de grito contra as mulheres, à restrição nos leitos e aos relatos das mulheres de que os profissionais de saúde evitavam de maneira intencional a troca de informações.

 

Assim como relatado por Carol, os traumas desse tipo de situação podem durar por um tempo e ter impacto para a mãe e o bebê. “São descritas condições patológicas, onde a mulher passa a ter uma lembrança negativa que lhe atormenta e isso a gente chama a síndrome de estresse pós-traumático. Pode ter impacto na saúde da mulher e na ligação dela com a criança”, disse o professor da USP. A violência no parto leva também à maior ocorrência de depressão e piora da autoestima da mulher.

 

Souza acredita que a definição dos tipos de violência ajuda a tornar clara, tanto para pacientes quanto para profissionais de saúde, comportamentos que não devem ocorrer nas unidades de saúde. “[Devemos], ao mesmo tempo, empoderar as mulheres para que elas tenham a capacidade de dizer: “esse cuidado não é adequado”; e aumentar também o nível de consciência para que os próprios serviços de saúde estejam alerta para essa situação”. Ele destacou que o propósito não é apontar os profissionais responsáveis, mas discutir e combater o problema de forma geral. Carol também aposta na iniciativa. “É muito importante que a gente coloque tudo bem didaticamente para não ter dúvidas e conseguir transformar. O primeiro passo é definir o limite das coisas”, defendeu.

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2015-08/para-abrir-agencia-amanha-12-mapeamento-de-violencias-no-parto-quer-prevenir

JoomShaper