Últimas Notícias

20/04/2016 - Olimpíada de matemática de 2016 tem recorde de municípios inscritos

Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), que chega à sua 12ª edição, recebeu este ano inscrições de 5.544 cidades, o que representa 99.59% dos municípios de todo o país. Ao todo, são 17.839.424 estudantes de 47.474 escolas. No ano passado, foram 5.538 cidades. As inscrições terminaram no dia 1º de abril e a prova da 1ª fase, marcada para 7 de junho, será aplicada nas próprias escolas.

 

Os estados com o maior número de participantes foram São Paulo, com 3.340.982 alunos de 5.945 escola; Minas Gerais, que teve 1.910.226 alunos de 4.583 escolas; e Bahia, com 1.550.680 alunos de 3.918 escolas.

 

A Obmep é dividida em três níveis: alunos do 6º e 7º anos do Ensino Fundamental; o 8º e 9º anos do Ensino Fundamental; e de todo o Ensino Médio. Cerca de 5% dos melhores colocados em cada escola passam para a segunda fase, marcada para o dia 10 de setembro. Nesta edição, serão 500 medalhas de ouro, 1.500 de prata e 4.500 de bronze, além de 46.200 menções honrosas.

 

Todos os medalhistas são convidados a participar do Programa de Iniciação Científica Jr. de 2017. Professores, escolas e secretarias de educação de municípios que se destacam na Olimpíada também são premiados na competição, que é uma iniciativa do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), com apoio dos ministérios da Ciência e Tecnologia e Inovação e da Educação.

 

O portal da Obmep (www.obmep.org.br) oferece materiais didáticos, como bancos de questões e resolução, em vídeo, de provas de edições anteriores.

 

Edição: Maria Claudia

http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2016-04/obmep-2016-tem-recorde-de-municipios-inscritos

 

20/04/2016 - Rio recebe Feirão da Casa Própria no dia 29

Da Agência Brasil

A 12ª edição do Feirão Caixa da Casa Própria será realizada entre 29 de abril a 19 de junho. Este ano, São Luís entra para o calendário dos feirões. A capital maranhense recebe o evento de 10 a 12 de junho.

 

 

A Caixa informou que o foco desta edição será o financiamento de habitação popular do Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) e das demais operações feitas com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), cujo valor máximo do imóvel é de R$ 225 mil.

 

A primeira cidade a receber o feirão será o Rio de Janeiro, entre os dias 29 de abril e 1º de maio. Em seguida, o feirão acontecerá no período de 13 a 15 de maio, em Belém, Brasília e Curitiba. No fim de semana seguinte, de 20 a 22 de maio, o Feirão da Casa Própria segue para Porto Alegre e Recife.

 

Após o feriado de Corpus Christi (26), no fim de semana de 27 a 29 de maio, Florianópolis e Uberlândia recebem o evento. No período de 3 a 5 de junho, o feirão segue para Belo Horizonte, Fortaleza e São Paulo. Em São Luís e Goiânia, o evento será realizado entre 10 e 12 de junho. E dos dias 17 a 19 de junho, o feirão encerra seu calendário em Salvador. Veja a tabela completa abaixo.

 

Segundo o banco, o Feirão Caixa da Casa Própria de 2016 conta com mais de 1.153 parceiros: cerca de 579 construtoras, 338 correspondentes imobiliários e 236 imobiliárias que ocuparão os estandes do evento durante os sete fins de semana. Serão 711 empreendimentos novos em oferta nas 14 cidades onde o feirão será realizado. A previsão inicial é de que o número de imóveis ofertados seja superior a 241 mil. Nesta edição, mais de 4,8 mil empregados estarão envolvidos com a realização do evento.

 

Financiamento

 

Para requerer o crédito à casa própria no feirão é preciso levar documento de identidade, CPF e comprovante de renda. Os interessados também podem obter informações nas agências da Caixa ou pelo Serviço de Atendimento ao Cliente (0800 726 0101), disponível 24 horas, inclusive nos fins de semana.

28/03/2016 - Caixa eleva taxas de juros do crédito imobiliário

Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil

As taxas de juros do crédito imobiliário com recursos de poupança da Caixa ficaram mais caras. O banco informou hoje (28) que, desde quinta-feira (24), o aumento vale para financiamento de imóveis residenciais, comerciais e mistos contratadas com recursos da poupança (SBPE).

 

As taxas de juros dos financiamentos habitacionais com recursos do Programa Minha Casa, Minha Vida e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) não sofreram alteração.

 

A última vez que a Caixa aumentou os juros do crédito imobiliário foi para contratos assinados a partir de outubro de 2015, no terceiro reajuste do ano.

 

Cenário econômico

 

As novas taxas variam conforme o grau de relacionamento do cliente com a Caixa (veja tabela abaixo). Para clientes que não são correntistas do banco, a taxa pelo Sistema Financeiro Imobiliário, por exemplo, subiu de11,5% para 12,5% ao ano. No caso de servidor que recebe salário pela Caixa, a taxa subiu 0,5 ponto percentual, passando de 10,50% para 11% ao ano.

 

A Caixa informou que a alteração nas taxas é “decorrente de alinhamento ao atual cenário econômico”. No último reajuste, no ano passado, o motivo foi o aumento da taxa básica de juros, a Selic.

 

A Selic, que serve de base para as demais taxas de juros da economia está em 14,25% ao ano, desde julho de 2015, quando foi elevada pela sétima vez seguida. Nas cinco reuniões seguintes do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, a Selic não foi alterada.

 

O aumento dos juros ocorre depois do anúncio de medidas para reaquecer o mercado imobiliário, anunciadas pela Caixa no último dia 8. Entre as medidas, foi a volta da possibilidade de fazer um segundo contrato de crédito imobiliário, no caso de pessoas que ainda estão pagando pela compra de um imóvel.

 

Também foi elevada a cota de financiamento para os imóveis, que antes era de 50% e passou para 70% nos contratos pelo Sistema de Financiamento Habitacional (SFH) com valor até R$ 750 mil.

 

A Caixa anunciou ainda a reabertura do crédito para imóveis usados em que os interessados poderão contratar até 80% do valor do imóvel.

 

Com participação de 67,2% do mercado, os contratos habitacionais em 2015 atingiram R$ 91,1 bilhões. Desse total, R$ 55,5 bilhões se referem a recursos do FGTS e R$ 34,8 bilhões são provenientes do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

09/03/2016 - O FestePeixe deste ano será realizado de 19 a 26 de março

FestPeixe contará com Farol do Empreendedor

O FestePeixe deste ano será realizado de 19 a 26 de março, no Parque de Exposições Engenheiro Geraldo Rocha e contará com o Farol do Empreendedor.

 

O evento terá um espaço destinado ao empreendedorismo local, valorizando os microempreendedores individuais, MEIS e fomento dos pequenos negócios, promovendo a comercialização dos produtos, gerando emprego e renda.

 

O Farol é uma iniciativa da Prefeitura de Barreiras, coordenado pela sala do empreendedor e visa ampliar a produção, gerando oportunidades econômicas no município.

“Hoje Barreiras possui cadastrados no sistema do simples quatro mil e vinte e um empreendedores individuais”, disse a Coordenadora da Sala do Empreendedor e agente de desenvolvimento local, Marines Losekann.

 

Durante a feira participarão microempreendedores que venderão tapioca, crepe, pães, sandálias, canecas personalizadas, artesanato de cabelo, de madeira e bambu, doces, ovos de páscoa, quebra-queixo, flores, crochês e temperos.

 

Para se tornar um MEI o microempreendedor precisa dos seguintes documentos: identidade, CPF, título de eleitor e comprovante de residência, ao se cadastrar o microempreendedor passa a contar com todos os benefícios da CLT.

 

As inscrições podem ser feitas na Praça Antonio Balbino, em frente ao banco Bradesco, junto ao CrediBahia e funciona em horário comercial, de 07:30 até 17:30 horas,com plantão meio dia, de segunda a sexta.

 

http://barreiras.ba.gov.br/festpeixe-contara-com-farol-do-empreendedor/

JoomShaper