Últimas Notícias

Barreiras ganha exposição de arte gratuita com chegada do Museu Itinerante Rabobank

Evento reúne obras de artistas mundiais e apresenta obras de artistas locais

 

São Paulo, 20 de outubro de 2014 – O Rabobank Brasil, banco especializado em soluções financeiras e consultoria para o agronegócio sustentável, leva à cidade de Barreiras, na Bahia, o projeto cultural Museu Itinerante Rabobank. Com a mostra “Arte/Água”, a exposição poderá ser visitada gratuitamente do dia 24 de outubro a 13 de novembro, no Mercado Caparosa.

 

Depois de ser visto por mais de 314 mil pessoas e passar por 42 cidades brasileiras, o museu reúne 40 reproduções de obras de artistas consagrados em seu acervo – como os franceses Edgard Degas e Claude Monet, o holandês Vincent Van Gogh, além dos brasileiros Di Cavalcanti e José Pancetti.

 

Uma das características do projeto é a valorização da produção artística das cidades em que o museu se instala.  Em Barreiras, os artistas locais convidados são Rondinelle Barbosa de Oliveira e Randesmar Vieira da Silva, que retratam em suas obras, entre outros temas, a cultura e a beleza natural da região.

 

O programa também proporciona ao público e a grupos escolares visitas guiadas por mediadores especialmente treinados. As escolas devem agendar as visitas junto à Secretaria de Educação pelo telefone (77) 9137.2461, com Kilza Mayana.

 

Além da exposição, o Museu Itinerante conta com um programa de arte-educação que oferece workshop gratuito para professores da rede pública de ensino. Ministrado pela curadora Vera Barros, responsável pelo projeto, o workshop será realizado quinta-feira, dia 23 de outubro, na Escola Municipal de Informática.

 

“Por ter raízes no agronegócio, o Rabobank sempre teve um forte compromisso com a área socioambiental. Por isso, além de desenvolvermos ações para ajudar nossos clientes a manterem os seus negócios sustentáveis, ampliamos as nossas iniciativas para as comunidades em que atuamos”, afirma José Giachini, diretor responsável pela área de Responsabilidade Socioambiental do Rabobank Brasil. “Com o Museu Itinerante Rabobank, acreditamos que podemos trazer, por meio da arte, maior consciência sobre o meio ambiente para as pessoas que vivem nessas localidades”, completa.

 

Museu Itinerante Rabobank Arte/Água é um projeto viabilizado com recursos privados obtidos através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet.

 

Sobre o Rabobank

Com sede em Utrecht, na Holanda, o Rabobank possui cerca de 10 milhões de clientes, aproximadamente 60 mil funcionários e está presente em mais de 45 países. No Brasil, a instituição está presente há mais de 20 anos e conta com 16 agências no interior do país, em oito estados brasileiros, atendendo a produtores rurais e grandes empresas agroindustriais, com uma gama de serviços financeiros que inclui consultoria a empréstimos, gestão de riscos e investimentos. 

 

Serviço:

Exposição Museu Itinerante Rabobank Arte/Água

Local: Mercado Caparosa

Endereço: Praça Landulfo Alves s/n – Centro – Barreiras/BA

Data: 24 de outubro a 13 de novembro

Horário: Segunda à sexta-feira das 08h às 11h30 e das 14h às 17h30, sábados das 14h às 17h e domingo das 17h às 19h.

Entrada gratuita

 

Workshop para professores

Local: Escola Municipal de Informática

Endereço: Praça Amphilóphio Lopes, 26 – Centro - Barreiras/BA 

Data: 23 de outubro

Horário: das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h30

 

Abertura para autoridades

Local: Mercado Caparosa

Endereço: Praça Landulfo Alves s/n – Centro – Barreiras/BA

Data: 24 de outubro

Horário: 8h

 

Visitas guiadas para escolas

Agendar com Kilza Mayana

Secretaria de Educação

(77) 9137.2461

Como funciona o licenciamento de veículo?

Por: ASCOM - Assessoria de Comunicação do DETRAN-BA

Além do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Dpvat), os proprietários de automóveis devem ficar atentos ao licenciamento anual. De acordo o art. 130 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), para transitar na via, todo veículo automotor, elétrico, articulado, reboque ou semirreboque, deverá ser licenciado anualmente pelo órgão executivo de trânsito do Estado, ou do Distrito Federal, onde estiver registrado. No caso de transferência de residência ou domicílio, é válido, durante o exercício, o licenciamento de origem.

 

O Art. 131 informa que o Certificado de Licenciamento Anual será expedido ao veículo licenciado, vinculado ao Certificado de Registro de Veículo (CRV), no modelo e especificações estabelecidos pelo CONTRAN; sendo em caso de primeiro licenciamento, o CRV será feito simultaneamente. Ainda segundo este artigo, um veículo somente será considerado licenciado estando quitados os débitos relativos a tributos, encargos e multas de trânsito vinculados ao veículo, independente da responsabilidade pelas infrações cometidas; outra observação importante é para o caso de veículos utilitários ou com mais de 10 anos, que para serem licenciados precisam passar pela vistoria.

 

Outra regra estabelecida pelo CTB, é referente à circulação de veículos novos. O art. 132 deixa claro que a liberação de circulação só se aplica, para quem comprou um veículo novo fora de seu município e precisa conduzi-lo até seu domicílio para que haja o registro do veículo. Esta liberação de circulação só é valida pelo período de 15 dias após a compra do veículo, e caso o condutor seja abordado na via, terá que apresentar a nota de compra do veículo dentro deste prazo. O disposto neste artigo aplica-se também aos veículos importados, durante o trajeto entre a alfândega ou entreposto alfandegário e o Município de destino.

Em caso de transferência de propriedade o art. 134, estabelece que o proprietário antigo encaminhe ao órgão de trânsito do Estado dentro de um prazo de trinta dias, cópia autenticada do comprovante de transferência de propriedade, devidamente assinado e datado, sob pena de ter que se responsabilizar solidariamente pelas penalidades impostas e suas reincidências até a data da comunicação. Para quem possui veículos de aluguel, ou destinados ao transporte individual ou coletivo de passageiros de linhas regulares ou empregados em qualquer serviço remunerado, para registro, licenciamento e respectivo emplacamento de característica comercial, também deverá estar devidamente autorizado pelo poder público concedente.

Vale ressaltar que o porte do Certificado de Licenciamento Anual é obrigatório, e segundo o art. 232; quem conduz veículo sem os documentos de porte obrigatório está sujeito a multa de R$ 53, 20, perda de 4 pontos na carteira, além da retenção do veículo até a apresentação do documento.

http://www.detran.ba.gov.br/web/guest/como-funciona-o-licenciamento-de-veiculo

JoomShaper