Prefeitura de Barreiras realiza oficina de Planejamento Turístico (Foto Reprodução)

Oficina de Planejamento Turístico

A Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo realizou uma Oficina de Planejamento Estratégico para o Desenvolvimento do Turismo Sustentável no município, como parte de uma série de ações prioritárias no eixo do Turismo e Sustentabilidade.

O evento foi na última segunda feira (11), no Centro Cultural Rivelino Silva Carvalho.

Sob o comando do subsecretário de Meio Ambiente e Turismo, Demósthenes Júnior e com a contribuição do gerente regional do Sebrae, Emerson Carvalho, a oficina foi destinada a empreendedores, empresários do trade turístico interessados no desenvolvimento do turismo de Barreiras e região oeste.

A ideia é desenvolver ações com base em focos estratégicos visando fortalecer o turismo de Barreiras e transformar a Capital do Oeste no polo do turismo da Zona Turística Caminhos do Oeste, por meio da valorização da comunidade local. Esse trabalho inicialmente passa por um diagnóstico para identificar oportunidades, contemplar o cenário atual de atendimento ao turista e as necessidades de regulamentação do setor.

Na explanação sobre a construção do plano de ação, Demósthenes Júnior explicou os principais pontos que devem ser observados a criação de planejamento que realmente seja efetivo para o setor. “Temos que focar neste momento em uma visão bem estratégica do que de fato queremos para o desenvolvimento da atividade, é neste momento que o nosso posicionamento tem que refletir o que temos em potencial turístico, e como queremos apresentar”, disse o subsecretário.

A coordenadora de Turismo da SEMATUR, Mirtes Lima, ressaltou a importância da participação de todos no processo de construção do planejamento estratégico. “Quando a comunidade participa, ela se torna um ator principal deste processo, pois não há como fazer um planejamento sem a comunidade participar, ela estando inserida no processo, não vai apenas reivindicar, e sim, ter suas responsabilidades, isso é importante para o sucesso do projeto”

Fonte: barreiras.ba.gov.br