Preenchimento da declaração do IR

FASB orienta servidores municipais de Barreiras no preenchimento da declaração do IR.

Pelo quinto ano consecutivo, a Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB), em parceria com o Sindicato dos Servidores Municipais de Barreiras (Sindsemb), promoveu uma sessão de orientação para o preenchimento da declaração do Imposto de Renda (IR). O trabalho, realizado na manhã do último sábado (07), foi conduzido por acadêmicos do curso de Ciências Contábeis e teve como público alvo servidores municipais e pessoas da comunidade com valor a ser declarado até o limite de R$ 50 mil.

Os alunos do 5º semestre estiveram à frente do atendimento, enquanto os do 7º - que na edição passada também participaram da ação - atuaram como monitores. “Uma atividade como essa é muito importante para os nossos alunos experimentarem, na prática, o que eles já conhecem na teoria. Isso agrega muito valor e cria um caráter de profissionalismo que vão levar para a vida deles”, disse Ginda Klaus, coordenadora do curso de Ciências Contábeis da FASB.

Carmélia da Mata, presidente do Sindisemb, destacou os benefícios gerados pela ação. “Atendemos um número significativo de pessoas durante toda a manhã de sábado. A iniciativa tem duplo benefício, atende pessoas que não podem pagar um certo valor pela declaração do imposto e oferece aos alunos uma experiência prática muito interessante”, afirmou. A sindicalista ressaltou que haverá mais uma sessão de orientação no próximo sábado (14).

Viés social - Nesta edição o projeto passou a receber doação de latas de leite em pó, tanto dos alunos participantes, quanto do público beneficiado. “Vamos realizar uma segunda etapa do projeto, com a doação do leite arrecadado para o Abrigo de Idosos, o Projeto Catavento e o Lar de Emanuel”, informou Ginda, que teve o apoio dos professores Leandro Carvalho e José Leonan.

A coordenadora tratou também de outro tema importante. “É bom deixarmos claro que a FASB não está interferindo na atividade profissional dos contadores. Além dos servidores, o público atendido estava dentro do teto de R$50 mil, que são pessoas que têm a renda mais baixa, mas são obrigadas a declarar o IR”, finalizou.

Fonte: ARATICUM Comunicação