Barreiras foi presenteada com uma nova orquestração do Hino do Município, que passa a integrar o acervo da Escola Municipal de Música Antoninho Sampaio e da Banda Municipal 26 de Maio. A iniciativa partiu do músico barreirense Luciano Rodrigues Rocha, que enviou a partitura do hino oficial para o músico e arranjador Célio Murilo do Nascimento, que coordena a Banda da Policia Militar do Estado de Minas Gerais.

Com a partitura e letra em mãos, o músico mineiro inseriu arranjo musical orquestrado com grade completa para os instrumentos filarmônicos como sopro e percussão, além de preparar a partitura para o maestro regente. Depois de pronto e gravado, o músico Célio enviou o material para o colega Luciano Rodrigues, que fez a doação ao município durante ensaio da Banda Municipal 26 de Maio, no Centro Cultural Rivelino Silva de Carvalho.

“O hino de uma cidade é sua expressão, um símbolo cultural que remete ao passado dos que construíram o município. O nosso hino de Barreiras transmite o esforço das gerações, e mostra um caminho a se trilhar para o futuro. Como filho desta terra, fico feliz em contribuir pela perpetuação da nossa memória musical e cultural”, disse o músico Luciano, que fez a doação das partituras impressas e download dos arquivos.

A versão original do Hino de Barreiras é de José Olívio Gonzaga de Figueiredo, que compôs a letra e melodia em 1991. Com a nova versão, o hino apresenta uma significativa harmonização musical, reforçando a grandiosidade da cultura do município.

“Recebemos a nova orquestração com muita emoção. Agora, nossos músicos poderão executar de uma forma mais harmônica, com a grade do maestro e participação dos diversos instrumentos, fazendo jus a beleza musical que temos no Hino de Barreiras”, disse emocionado o maestro Fábio Menezes.

Sobre o Hino de Barreiras
Os registros oficiais constantes em ata na Câmara de Vereadores de Barreiras informam que o músico José Olívio Gonzaga de Figueiredo foi vencedor do concurso municipal do hino oficial do município, concorrendo com mais quatro músicos. Após a apresentação instrumental e cantada, foi eleito pela comissão julgadora e aprovado em sessão solene no dia 13 de maio de 1991, conforme o 1º parágrafo, artigo 4 da Lei Orgânica do Município.

Fonte: barreiras.ba.gov.br

Região do Rio Branco terá Brigada de Incêndios Florestais.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo – SEMATUR em parceria com Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – INEMA, juntamente com o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia por meio do Programa Bahia Sem Fogo, iniciaram na segunda-feira, 17, o Curso de Prevenção, Monitoramento e Combate aos Incêndios Florestais para formação de brigadistas voluntários no Assentamento Rural da Ilha da Liberdade, na zona rural de Barreiras.

O treinamento ocorre durante toda a semana, e está sendo realizado na sede da Associação dos Assentados da Ilha da Liberdade. O cronograma de atividades comtempla 40 horas entre teoria e prática, conta com a participação de 20 moradores. Eles terão noções de educação ambiental, legislação, fiscalização, licenciamento, Operação Bahia Sem Fogo e associativismo, ministradas pela equipe técnica do INEMA.

Outros temas abordados na formação, como instruções de atendimento pré-hospitalar, táticas e técnicas de combate aos incêndios florestais, organização de materiais e oficinas com simulação de combate a incêndio com fogo real, serão acompanhadas pelos bombeiros militares.

Segundo o secretário de Meio Ambiente e Turismo, Demósthenes Júnior, criar uma brigada na região do Rio Branco faz parte do planejamento da SEMATUR que visa desenvolver ações com foco na prevenção e no combate dos incêndios florestais, que apresenta alto índice na região. “Essa região sofre bastante com os focos de incêndio. Com a presença de uma brigada no Assentamento Ilha da Liberdade, poderemos realizar um planejamento de prevenção e combate em toda região do Rio Branco”, informou o secretário.

Fonte: barreiras.ba.gov.br

Professor da Escola Municipal de Teatro de Barreiras vence o Festival de Poesia de Ibotirama e representará o Oeste no Festival Nacional.

O Professor da Escola Municipal de Teatro de Barreiras, Ananias Serranegra, venceu na última sexta-feira, 13, a etapa Geraldo Poeta, do Festival de Poesia de Ibotirama – FEPI. O ator Ananias levou o primeiro lugar com a apresentação da poesia “Sonetos aos Urubus”, e Jeandson Veredas ficou com o prêmio de melhor intérprete da noite.

O FEPI é um festival seletivo, que escolheu nessa etapa, 10 poemas para o Festival Nacional de Poesia, que acontecerá também na cidade de Ibotirama no dia 09 de agosto. Esse festival acontece há 31 anos e é considerado um dos mais tradicionais do país.

Em 2017, Ananias Serranegra também foi o vencedor e melhor intérprete nas duas categorias do FEPI. Natural da cidade de Ibotirama, Ananias é professor de Artes Cênicas na Escola Municipal de Teatro em Barreiras, e além de ensinar as técnicas de estudos de textos, de interpretação, expressão corporal e outras, aproveita esses métodos transmitidos dentro da sala de ensaio e os aplica em suas apresentações.

Segundo o professor de artes cênicas, o poema “Sonetos aos Urubus” foi escrito dentro do Centro Cultural Rivelino Silva de Carvalho, onde funciona a escola de teatro e música, espaço considerado ideal para construção da subjetividade e expressões dos sentimentos, que potencializa e valoriza a arte.

“É muito importante para nós, professores e apaixonados pela arte, participarmos de eventos como esse, pois entendemos que somos referências para os estudantes. São em apresentações como essas, que aplicamos as técnicas estudadas na sala e no palco”, disse emocionado Ananias.

Fonte: Barreiras.ba.gov.br

 

Temas culturais, apresentação musical e Reisado vão marcar o I º Encontro de Políticas e Gestão Culturais.

Marcado para o dia 20 de julho, o I º Encontro de Políticas e Gestão Culturais de Barreiras já está com a programação fechada. O evento realizado pela Prefeitura de Barreiras por meio da Diretoria de Cultura tem previsão de reunir agentes culturais, artistas locais, músicos, artesãos e pessoas envolvidas no mundo das artes.

Com o tema “Diálogos Culturais”, o encontro pretende debater as manifestações culturais, questões históricas, tendências e políticas públicas que as cercam. Serão apresentados trabalhos em 5 eixos temáticos, sendo: 1- relatos e discussões acerca das experiências dos diversos segmentos culturais; 2- o papel do Conselho Municipal de Cultura como órgão de participação Democrática; 3- a importância do Fundo de Cultura na gestão da cultura local; 4- o Plano Municipal de Cultura como espaço de investigação, estímulo, debate e subsídios na atuação democrática do Conselho no campo das políticas culturais; 5- os Editais e sua importância na aquisição de recursos e produções culturais.

Temas culturais, apresentação musical e Reisado vão marcar o I º Encontro de Políticas e Gestão Culturais
Temas culturais, apresentação musical e Reisado vão marcar o I º Encontro de Políticas e Gestão Culturais

Durante o evento, o grupo de Reisado do povoado de Bezerro que mantém a tradição há mais de 70 anos na comunidade, estará participando e fazendo uma apresentação dos cânticos e danças da Folia de Reis. Uma manifestação cultural com peculiaridades dos moradores mais antigos, que vislumbram a necessidade de passar os ensinamentos à nova geração, para que esta manifestação popular tenha continuidade.

Os professores e musicistas da escola municipal de música Antonino Sampaio além de participarem do evento, vão fazer a recepção musical e apresentação durante o evento.

“Estamos preparando um encontro com todos os agentes culturais, com gestores e também pessoas que amam a arte, e que querem discutir a cultura e todo seu amplo universo. Este é o momento oportuno, quando os fazedores da cultura e da arte local poderão priorizar as suas demandas no fazer cultural e contribuir com a gestão cultural do município, abrindo espaço para que a gestão possa atender os anseios da comunidade artística”, disse a diretora municipal de cultura, Diva Bonfim.

Confira a programação:

8:00h – Credenciamento
9:00 h – Mediação “Diálogos Culturais” – Diva Bonfim
9:30h – Formação dos GTs de Trabalho e orientações para os GTs de trabalho; Análise e Elaboração das demandas por linguagens.
10:00h – Elaboração do Plano de Trabalho, utilizando a FOFA (Forca- Oportunidade- Fraqueza- Ameaça).
11:00h – Plenária: Apresentação das Demandas e Plano de Trabalho por segmentos.
Intervalo para o almoço
14:00h – Qualificar as Proposta Setoriais para a execução no Plano de Trabalho da Gestão de Cultura do Município.
14:30h – Palestra “A utilização do Fundo de Cultura e o Papel do Conselho de Políticas Culturais” – Palestrante: Wdileston Souza – Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura – SUDECULT/BA

15:30h – Projetos e Editais – Captação de Recursos e Contratações.
-Gelson Vieira – Gestor Ponto de Cultura Flor do Trovão;
-Renata Dias – Diretora da FUNCEB;
-Aldir Esmini – Controller Prefeitura Municipal de Barreiras.
16:30h – Encerramento com apresentação cultural – Reisados do Bezerro.

Fonte: barreiras.ba.gov.br

 

Barreiras recebe neste sábado o I Workshop de Skate no Parque Multiuso Dom Ricardo Weberberger.

O domingo será de manobras radicais e muita adrenalina no I Desafio de Skate e Patins.

A Capital do Oeste vai receber neste fim de semana, dias 21 e 22, três eventos ligados ao esporte radical, o I Workshop de Skate e o I Desafio de Skate e Patins de Barreiras. Realizados pela Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer por meio da Diretoria de Esportes, dentro do Programa Brincar e Viver, durante dois dias a pista de skate da Parque Multiuso Dom Ricardo será palco para as manobras radicais, adrenalina e muita diversão dos jovens skatistas e patinadores.

O domingo será de manobras radicais e muita adrenalina no I Desafio de Skate e Patins.
O domingo será de manobras radicais e muita adrenalina no I Desafio de Skate e Patins.

O Workshop que acontecerá no sábado, 21, a partir das 15h com previsão de término às 20h, reunirá os iniciantes e amadores, que serão acompanhados pelo professor instrutor Henderson Aires que já foi campeão baiano, campeão norte e nordeste de skate e ocupa o 16ª lugar no ranking nacional e é vice-presidente da FESEB (Federação de Skateboard do Estado da Bahia).

As inscrições do Workshop serão realizadas antes do evento, e crianças a partir de 7 anos podem participar. Na programação, o professor Henderson estará direcionando para a importância do skatismo de maneira lúdica e interativa, como também seus componentes e os tipos de modalidades no esporte. Terão aulas teóricas e práticas básicas, médias e avançadas de acordo com o progresso de cada aluno.

“O skate é um esporte radical (ou de aventura), como o surfe e o bungee jump. Temos muitos jovens e talentos em Barreiras, que gostam desse esporte. Então estaremos no sábado, abordando as questões físicas (como o equilíbrio), desportismo, experiências que têm a ver com ousadia e limites. Sabemos que como qualquer atividade física, o skate tem os riscos, mas vamos ensinar os mecanismos de proteção e atividades que envolvam o controle do corpo, preparando os alunos para a prática segura”, disse Henderson.

Competição
No domingo, 22, as provas do Desafio de Skate e Patins começam ás 15h e seguem até o final da tarde, e os interessados poderão se inscrever no local, na hora da competição. A expectativa da organização é receber entre 80 e 100 skatistas e patinadores, que disputarão nas categorias de skate iniciante e amador II, e também a modalidade de patinação aberta e open. Além disso, serão oferecidos troféu e medalhas para os melhores desempenhos nas duas modalidades.

“As inscrições do Workshop e Desafio de Skate são gratuitas, e esportistas a partir de 7 anos já podem participar dentro das categorias de skate e patinação. Queremos transformar a pista de Skate do Parque Multiuso Dom Ricardo Weberberger em um local que chamamos de skate city, uma referência para todos os skatistas e patinadores da cidade”, afirmou o diretor de esportes Fernando Machado.

Os interessados poderão obter mais informações na Diretoria de Esportes que funciona no Parque de Exposições Geraldo Rocha.

Fonte: barreiras.ba.gov.br

Tira o Pé da Brasa sagra-se campeã e representará a Bahia no Festival Nacional no Amapá.

A 14ª edição do Concurso Regional de Quadrilhas Juninas realizado pela União de Quadrilhas Juninas do Oeste da Bahia – UNIQJOB em parceria com a Prefeitura de Barreiras, através da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, elegeu a quadrilha junina Tira o Pé da Brasa como a campeã de 2018. O segundo lugar foi para a Luar do Nordeste de Barreiras e o terceiro ficou com a quadrilha Velho Chico de Ibotirama. Com a participação de 10 equipes, o evento foi comandado pela alegria, brilho, emoção e irreverência das performances estilizadas dos concorrentes.

O evento aconteceu nos dias 30 de junho e 01 de julho, no Parque de Exposições Engº Geraldo Rocha, nas dependências da estrutura do Arraiá do Parque à disposição das quadrilhas juninas. Nos dois dias de apresentações os jurados acompanharam a desenvoltura dos componentes, avaliando critérios como coreografia, figurino, originalidade, animação, marcador, noivos e harmonia.

A campeã Tira o Pé da Brasa é da cidade de Luís Eduardo Magalhães, e retratou o tema “O pássaro encantado que fugiu do ninho. A história de um amor eterno” e recebeu o troféu e o passaporte para representar o estado da Bahia, na etapa do Festival Nacional de Quadrilhas Juninas que será realizada no mês de julho no estado do Amapá. A junina Luar do Nordeste, que este ano foi campeã municipal, trouxe a magia da história dos Orixás, e além do troféu como prêmio, também será representante estadual no Arraiá Brasil em Brasília.

O presidente da UNIQJOB, Saulo Martins e sua equipe também agradeceram o apoio recebido pela Prefeitura de Barreiras através da Secretaria de Educação. “Não poderíamos deixar de agradecer toda estrutura, apoio e parceria que nos foi concedido pela prefeitura durante o processo do concurso regional. Todos juntos promoveram um show de cultura, de fortalecimento do movimento junino e conseguimos o reconhecimento com a chance de representar o estado da Bahia no Festival Nacional e o grande Arraiá Brasil”, ratificou Saulo.

A secretária municipal de educação, cultura, esporte e lazer, Cátia Alencar, juntamente com a vice-prefeita Karlúcia Macêdo, chefe de gabinete, Marileide Carvalho, subsecretária Emília Moreno e a diretora de Cultura Diva Bonfim, acompanharam os dois dias de concurso. A secretária elogiou o empenho das quadrilhas e a importância da valorização da cultura nordestina.

“Ficamos encantadas com tanta beleza, alegria e brilho das quadrilhas juninas, que se dedicaram e trouxeram um grande espetáculo para o público. A Prefeitura realizou o concurso municipal de quadrilhas e estamos apoiando o concurso regional. Está de parabéns a UNIQJOB pela organização, assim como todas as quadrilhas que participaram desta linda disputa”, disse Cátia.

Fonte: barreiras.ba.gov.br

 

 

 

Tags:

Página 1 de 175