Dom Ricardo Josef Weberberger foi o primeiro bispo da diocese de Barreiras (BA). Nasceu 1939, na cidade de Leonfelden (AUS). Chegou à diocese de Barreiras 1974 e sua Ordenação Episcopal aconteceu em julho 1979.

A data e o horário, tanto do velório quanto do sepultamento, ainda não foram definidos pela família do bispo. Uma comissão de seis religiosos, da diocese de Barreiras, segue hoje para a Áustria para acompanhar o velório do dispo dom Ricardo.

Notícia completa em: http://www.novoeste.com/index.php?page=regionais&op=readNews&id=20&title=Morre-Dom-Ricardo-Bispo-Diocesano-de-Barreiras-

A Lei Ficha Limpa foi aprovada graças à mobilização de milhões de brasileiros e se tornou um marco fundamental para a democracia e a luta contra a corrupção e a impunidade no país. Trata-se de uma conquista de todos os brasileiros e brasileiras. Para garantir que essa vontade popular se reflita nestas e nas próximas eleições, a Articulação Brasileira contra a Corrupção e a Impunidade (Abracci), com o apoio do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), apresenta o sítio Ficha Limpa – um instrumento de controle social da Lei Ficha Limpa e uma ação de valorização do seu voto!

 

Governo Cidade Mãe implantará educação integral nas escolas do município

 

Nessa segunda, 09, a partir das 09horas, no Centro Cultural será lançado por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Barreiras e o Governo Federal, o Programa Mais Educação, que prevê o estudo em tempo integral em 21 escolas da rede municipal de ensino.

A ampliação da jornada diária nas escolas municipais e a reorganização de suas grades curriculares, oferecendo atividades esportivas, culturais e recreativas em tempo integral, como: Judô, Karatê, Xadrez, Dança e Música serão algumas das atividades previstas no Programa Mais Educação.

De acordo com a prefeita Jusmari Oliveira, desde a época em que atuava como deputada federal, a inclusão de Barreiras no programa não foi uma tarefa fácil exigindo muito empenho junto ao Ministério da Educação. Por isso, ela considera que a implantação do programa em Barreiras é uma conquista que deve ser comemorada por todos os barreirenses.

“Barreiras não estava incluída nesse programa que só é implantado em cidades com mais de 163 mil habitantes. Ainda enquanto deputada buscamos incessantemente junto ao Ministério da Educação a inclusão das escolas de Barreiras no Mais Educação. Não foi uma tarefa fácil. Provamos a necessidade do nosso município enquanto cidade pólo do oeste da Bahia. Nessa segunda, começaremos a grande virada na educação de Barreiras. Nossas escolas terão ensino integral. O Programa Mais Educação é uma luta, uma conquista que garantirá o futuro que queremos para nossas crianças”, comentou a Prefeita Jusmari Oliveira.

Para o desenvolvimento de cada atividade do Programa Mais Educação, o Governo Federal repassa recursos para ressarcimento de monitores, materiais de consumo e de apoio segundo as atividades. As escolas beneficiárias também recebem conjuntos de instrumentos musicais e rádio escolar, dentre outros; e referência de valores para equipamentos e materiais que podem ser adquiridos pela própria escola com os recursos repassados.

Dados do programa - As atividades tiveram início em 2008, com a participação de 1.380 escolas, em 55 municípios, nos 27 estados para beneficiar 386 mil estudantes. Em 2009, houve a ampliação para 5 mil escolas, 126 municípios, de todos os estados e no Distrito Federal com o atendimento previsto a 1,5 milhão de estudantes, inscritos pelas redes de ensino, por meio de formulário eletrônico de captação de dados gerados pelo Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Finanças do Ministério da Educação (SIMEC).  Em 2010, a meta é atender a 10 mil escolas nas capitais, regiões metropolitanas - definidas pelo IBGE - e cidades com mais de 163 mil  habitantes, para beneficiar três milhões de estudantes.

 

 

AIBA vai procurar associados com projetos na mão.

06/08/2010, por jornaloexpresso

A Aiba está intensificando seu relacionamento com os associados com uma série de encontros nas diversas microrregiões do Oeste da Bahia. Para isto, a entidade conta com o fundamental dos delegados regionais. Estas iniciativas somam-se às assembléias e eventos regulares e especiais que a Aiba mantém ao longo do ano.

 

Nos dias 23 e 31 de julho, respectivamente, receberam a visita da caravana da Aiba as microrregiões de Placas, Bela Vista e Alto Horizonte. A agenda dos encontros abarcou, principalmente, as questões relativas às duvidas sobre a ação do Funrural, além do Plano de Adequação e Regularização dos Imóveis Rurais/Oeste Sustentável e rodovias.

 

Em Placas, no dia 23, um dos advogados do corpo jurídico da Aiba, Guilherme Serpa, falou sobre a situação atual das ações movidas pela Aiba quanto ao Funrural, e as providências necessárias para a repetição de indébito. Todos os produtores presentes já haviam aderido à ação e relataram suas experiências e satisfação com a iniciativa.r rural e delegado regional da Aiba na microrregião, Douglas Raddol.

 

 

 

A Universidade Federal da Bahia (UFBA) começa a receber, a partir desta terça-feira (3), as inscrições para o vestibular 2011. O prazo termina no dia 22 de agosto.

As inscrições devem ser feitas pelo site ou nos postos abertos pela instituição, localizados em: Salvador, Alagoinhas, Barreiras, Camaçari, Cruz das Almas, Feira de Santana, Itabuna, Juazeiro e Vitória da Conquista. O candidato deve pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 100.

Neste ano, são oferecidas 7991 vagas em 113 cursos. As provas da primeira etapa serão aplicadas nos dias 14 e 15 de novembro. A segunda etapa ocorrerá de 12 a 17 de dezembro.

Só poderá concorrer a uma das vagas o candidato que tiver concluído ou estiver matriculado no terceiro ano do ensino médio ou de curso equivalente.

 

 

Fonte: http://www.imbui.com.br/noticias/prg_not_exi.cfm?id=8034&dest=2

Moradores do oeste Baiano. Estamos aproximando de mais uma eleição, portanto devemos combater alem de outras práticas criminosas eleitorais também a compra de voto. Não devemos votar em candidatos que usam a compra de votos, sendo eles do oeste ou não. Até porque, o candidato que compra voto já se sente com dever comprido e com certeza só irá voltar daqui a quatro anos.

É o que sempre acontece e que nós oestinos não  queremos mais! Diga-se de passagem, que toda essa dinheirama que rola na maioria das campanhas de alguns candidatos é nossa, dessa forma exime o eleitor de qualquer responsabilidade de votar nesses candidatos. COMPRA DE VOTO E CORRUPÇÃO, VAMOS COMBATER ESSA AÇÃO!.

Aconselho votar nos candidatos da nossa região desde que ele tenha lisura e compromisso. Portanto, não basta ser do oeste. Não podemos deixar de enfatizar o ocorrido em eleição passada que os deputados que votaram contra a criação do Estado do Rio São Francisco tiveram juntos aqui na nossa região em torno de 68.000 votos.

Bom que se diga que candidatos de fora são aqueles que não apóiam a criação do Estado do Rio São Francisco, não merecem também o nosso apoio candidato mesmo sendo daqui da nossa região mais que fazem a chamada dobradinha com candidatos que votaram contra e que não apóiam a criação do nosso tão sonhado novo Estado. Procure saber com quem o seu candidato a deputado faz dobradinha.

 

Jorge Mota (PDT)

Candidato a Dep. Estadual

Barreiras, 20 de julho de 2010 – As inscrições para o VI Seminário do Cerrado, que será realizado entre os dias 8 e 11 de setembro, no Centro Cultural de Barreiras, já estão abertas e podem ser efetuadas no Instituto Bioeste, no valor de R$ 10 para os mini-cursos, e R$ 10 para a programação com palestras.

 

Organizado em comemoração à Semana do Cerrado, o seminário visa discutir medidas para conservação da biodiversidade do bioma no oeste da Bahia. Em sua 6ª edição, o tema também estará voltado para o Ano da Biodiversidade, instituído pelas Nações Unidas em 2006, que traduz numa campanha global para incentivar medidas de conservação em todo o mundo. A organização espera a participação de aproximadamente 300 pessoas.

 

A programação deste ano inclui 10 mini-cursos, 7 palestras, e 4 mesas-redondas. Segundo a coordenadora de áreas protegidas do Instituto Bioeste, a bióloga Aryanne Amaral, a programação discute a situação em que o Cerrado se encontra em relação à sua biodiversidade. “Também pretendemos divulgar projetos e ações ambientais realizados no cerrado da região, além de promover eventos culturais e artísticos, incluindo exposições”.

 

Serão discutidos temas como a regularização ambiental de imóveis rurais, educação ambiental na Bahia, e a relação entre o desenvolvimento agrícola, e as populações tradicionais. Os inscritos também poderá se aperfeiçoar em mini-cursos, como sistemas agroflorestais, compostagem, e planejamento e gestão ambiental, dentre outros.

 

O Instituto Bioeste, a Secretaria Municipal de Educação de Barreiras. Agência 10envolvimento e a Universidade do Estado da Bahia (UNEB) integram a comissão organizadora do evento. A programação completa do VI Seminário do Cerrado pode ser conferida no website: www.seminariocerrado.xpg.com.br.

Inscrições:

Trabalhos científicos – até 30 de julho

Monitoria – até 30 de julho

Mini-cursos – até 30 de agosto – R$ 10,00

Programação geral – até 30 de agosto – R$ 10,00

 

VI Seminário do Cerrado – Ano Internacional da Biodiversidade

Data: de 08 a 11 de setembro

Local: Centro Cultural de Barreiras

Informações: (77) 3611-7173 ou [email protected]

 

Informações para a imprensa

Hebert Regis – Ascom Instituto Bioeste

(77) 3611 7173 /9978 0913

[email protected]

www.bioeste.org.br

 

Com apresentações culturais e denúncias das violências praticadas contra os jovens, a Pastoral da Juventude da diocese de Barreiras (BA) realizou a abertura da Campanha Nacional Contra a Violência e o Extermínio da Juventude. O evento aconteceu dia 21 de abril, na casa da cultura, e reuniu grupos de base dos vicariatos I, II, III e IV.

O evento deu-se inicio às 15h na Casa da Cultura e terminou às 19h30min na Praça Castro Alves, e foi marcado por muitas apresentações culturais relacionadas a temática, desenvolvida pelos grupos de base da Pastoral Juventude da diocese e pelo Coral Juvenil Amigos de Jesus da Paróquia Santa Luzia..

Fizeram-se presentes o professor Paulo Baqueiro, representante da Comissão de Paz do município e do Conselho das Comunidades, trazendo os dados da criminalidade da juventude nos municípios do oeste.

Danillo Grindatto, coordenador do CDCA, relatou a experiência com o projeto semi-liberdade. Osmir Novais, membro da comissão da Campanha, apresentou os anseios e os objetivos da Campanha.

Ir Ivani, representando a diocese, deixou claro a necessidade e a importância de abraçarmos esta causa. Eric Gamaliel, articulador do Sub Regional das PJs, apresentou algumas ações que a pastoral está tomando diante da temática.

O grupo JOCA apresentou um vídeo falando sobre a dificuldade de ingresso ao mercado de trabalho pelos jovens, temática desenvolvida ao longo da Semana da Cidadania 2010.

Também participaram do vento as congregações das Irmãs da Caridade de Ottawa, do Sagrado coração de Jesus, de Franciscana Maria e Nossa Senhora da Gloria de Santa Rita e o seminarista Jocleilson, além do coral Coral Juvenil Amigos de Jesus, da Paróquia Santa Luzia.

As informações são da equipe da Campanha que é composta pelos jovens Wesley Santos, Kátia Cardoso, Marcelo Rocha, Ir. Erika, Gledson dos Anjos, Rony Keito, Osmir Novais, Jonas e Josué.

 

Contato:

E-mail: [email protected]

Fone: (77) 3613-6620 / 91940557

Rua 26 de Maio, 437 – Barreiras – Bahia – CEP: 47804-090

 

A legislação permite a propaganda eleitoral na internet a partir do dia 6 de julho, sendo vedada a censura prévia, o anonimato e a veiculação de qualquer tipo de propaganda eleitoral paga na rede. Na internet, a propaganda poderá ser feita em sítio do candidato, do partido ou coligação, com endereços eletrônicos informados à Justiça Eleitoral e hospedados, direta ou indiretamente, em provedor do serviço estabelecido no País.

Além disso, a propaganda eleitoral pela internet poderá ser feita por e-mails transmitidos para endereços cadastrados gratuitamente pelo candidato, partido ou coligação. A propaganda poderá ser feita também através de blogs, redes sociais, sítios de mensagens instantâneas e assemelhados, cujo conteúdo seja gerado ou editado por candidatos, partidos ou coligações ou de iniciativa de qualquer cidadão.

No entanto, as mensagens eletrônicas remetidas pelo candidato, partido ou coligação, por qualquer meio, deverão conter mecanismo que permita que o destinatário solicite seu descadastramento. A partir da chegada desse pedido, o responsável pelo envio da mensagem tem prazo de 48 horas para retirar o nome de sua listagem. As mensagens eletrônicas enviadas ao destinário que pediu sua saída do cadastro, após o fim desse prazo de 48 horas, sujeitam os responsáveis à multa de R$ 100,00 por mensagem transmitida.

A Resolução 23.191 do TSE, que trata da propaganda eleitoral e das condutas vedadas na campanha de 2010, proíbe, ainda que de forma gratuita, a propaganda eleitoral em sítios de empresas, com ou sem fins lucrativos, e em sítios oficiais ou hospedados por órgãos ou entidades da administração pública direta ou indireta da União, estados, Distrito Federal ou municípios.

A violação dessa regra sujeita o responsável pela propaganda irregular e seu beneficiário, quando for comprovado seu prévio conhecimento do fato, a uma multa que varia de R$ 5 mil a R$ 30 mil.

A legislação eleitoral assegura o direito de resposta, inclusive por outros canais de comunicação como e-mail, a quem se sentir ofendido por alguma manifestação veiculada pela internet durante a campanha. A lei proíbe ainda a determinadas entidades a cessão de cadastro eletrônico de seus clientes para candidatos, partidos ou coligações; e a venda de cadastro de e-mails.

O provedor de conteúdo e de serviços multimídia, que hospeda propaganda eleitoral de candidato, de partido ou coligação, é passível das sanções previstas na Resolução 23.191 do TSE se não interromper a divulgação da propaganda irregular no prazo fixado pela Justiça Eleitoral, contado a partir da notificação da decisão sobre a existência da respectiva propaganda. No entanto, esse provedor só será considerado responsável pela propaganda ilegal se for provado seu prévio conhecimento sobre a publicação do material.

A resolução do TSE autoriza, por sua vez, a reprodução virtual de páginas de jornal impresso na internet, desde que ocorra no sítio do próprio jornal, independentemente do seu conteúdo, devendo ser respeitado integralmente o formato gráfico e o conteúdo editorial da versão impressa, atendidas determinadas condições.

Outro ponto importante é o que pune com multa que varia de R$ 5 mil a R$ 30 mil, sem prejuízo de outras sanções, quem realiza propaganda eleitoral pela internet, atribuindo indevidamente sua autoria a terceiro, inclusive a candidato, partido ou coligação.

Além disso, candidato, partido, coligação ou o Ministério Público poderão requerer à Justiça Eleitoral a suspensão por 24 horas do acesso a todo o conteúdo informativo de sítios da internet, quando estes deixarem de cumprir as regras contidas na Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97). Durante o tempo de suspensão, o sítio da internet deverá informar que se encontra temporariamente inoperante por desobediência à lei eleitoral. Se a conduta irregular for reiterada, o período de suspensão será duplicado.

 

 

A partir desta quinta-feira (15), o eleitor que estiver fora do seu domicílio eleitoral poderá solicitar à Justiça Eleitoral para votar em trânsito. O prazo encerra no dia 15 de agosto.

Durante este período, quem quiser votar em trânsito precisa procurar uma cartório eleitoral e comunicar o pedido. O voto em trânsito só será permitido aos eleitores que estiverem em dia com as obrigações eleitorais. Essa é a primeira vez que este tipo de voto será permitido.

O procedimento valerá tanto para o primeiro quanto para o segundo turno das eleições, mas o eleitor que optar pelo sistema em trânsito só poderá votar para presidente e vice-presidente da República. Caso o eleitor não esteja na capital para a qual tenha sido transferido provisoriamente, deverá justificar a ausência em qualquer seção eleitoral no dia da eleição.

O chamado voto em trânsito foi aprovado pelo Congresso Nacional na minirreforma eleitoral de 2009, e regulamentado em março deste ano pela Justiça Eleitoral. O voto vai beneficiar um número de eleitores que vem aumentando no decorrer das eleições. Na última eleição presidencial, por exemplo, cerca de 8 milhões de votantes justiçaram a ausência no pleito.

Um dos que vai se beneficiar pelo novo sistema é o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowiski, que tem domicílio eleitoral em São Paulo. O ministro vai solicitar ainda nesta quinta-feira a transferência provisória para votar em trânsito. O pedido será feito em Brasília.

Confira como será a habilitação, que é voluntária, e tire suas dúvidas sobre o funcionamento do sistema.

Como se habilitar para votar em trânsito?

É só procurar qualquer cartório eleitoral do país, de 15 de julho a 15 de agosto, com título eleitoral e documento de identidade oficial com fotografia (carteira de identidade ou documento de valor legal equivalente: certificado de reservista, carteira de trabalho e carteira nacional de habilitação, com foto). É preciso preencher um formulário fornecido pela Justiça Eleitoral, indicando a capital onde estará no primeiro e/ou segundo turnos das eleições.

Outra pessoa, dotada de procuração, pode fazer a habilitação por mim?

Não, a habilitação por procurador não será permitida.

Quem pode se habilitar para votar em trânsito?

Todos os eleitores que estiverem com as obrigações eleitorais em dia.

O voto em trânsito será para todos os candidatos?

Não. Em 2010, o sistema funcionará apenas para voto em presidente e vice-presidente da República.

Quem se habilita a votar em trânsito precisará justificar a ausência do voto para os outros cargos (governador, senador, deputado federal e estadual)?

Não, só precisará justificar ausência se não aparecer para votar na capital indicada.

Após fazer a habilitação, posso desistir de votar em trânsito?

Sim. O eleitor terá até 15 de agosto para eventualmente cancelar sua habilitação para votar em trânsito.

Se tiver me habilitado para votar em trânsito e desistir de fazê-lo no dia da eleição, posso justificar a ausência?

Sim. Só não poderá justificar na cidade indicada no requerimento de habilitação. É só comparecer em qualquer mesa receptora de justificativas (seções eleitorais que recebem justificativas) em qualquer outra cidade, inclusive seu município eleitoral de origem.

Se tiver me habilitado para votar em trânsito também estarei autorizado a votar em minha seção eleitoral de origem?

Não. O eleitor habilitado que comparecer à sua seção de origem no dia da votação será informado sobre a impossibilidade de votar e a necessidade de justificar a ausência.

Se tiver me habilitado a votar em trânsito poderei votar em qualquer seção eleitoral da capital indicada?

Não, somente nos locais onde serão instaladas urnas para a recepção dos votos em trânsito, denominados “mesas receptoras de votos em trânsito”.

Onde ficarão as seções especiais para o voto em trânsito?

Os Tribunais Regionais Eleitorais vão definir esses locais, que deverão funcionar preferencialmente em regiões centrais da capital, para facilitar o acesso dos eleitores. Deverão ainda publicar os locais no Diário da Justiça Eletrônico (http://www.tse.gov.br/sadJudDiarioDeJusticaConsulta/) até 5 de setembro e fazer ampla divulgação.

Onde poderei me informar sobre o meu novo local de votação?

O eleitor habilitado para votar em trânsito poderá consultar, a partir de 5 de setembro, o seu local de votação no site do Tribunal Superior Eleitoral na internet ou nos sites dos Tribunais Regionais Eleitorais dos estados de seu domicílio de origem ou da respectiva capital por ele indicada para o voto em trânsito.

 

Fonte: http://g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/noticia/2010/07/comeca-nesta-quinta-prazo-para-comunicar-voto-em-transito.html

 

Tags:

Barreiras Bahia - Fotos, videos e notícias.

Guia Barreiras - Notícias, Empregos, Fotos e Vídeos de Barreiras!