2ª edição da Páscoa no Parque terá abertura na próxima quarta, 28, em Barreiras

2ª edição da Páscoa no Parque terá abertura na próxima quarta, 28, em Barreiras.

Comercialização de pescados, chocolate, coelhos temáticos, arte, música e muita gastronomia. Esses são os ingredientes que vão dar um sabor especial ao projeto Páscoa no Parque, que nesta 2ª edição traz uma programação diferenciada com a realização no dia 27, do I Dia de Campo de Piscicultura e Curso de Filetagem e subprodutos de peixes.

Realizado pela Prefeitura de Barreiras por meio da Secretaria de Agricultura, Tecnologia, Indústria e Comércio, o evento acontecerá de 28 a 31 de março, e quem quiser comprar o peixe fresco, condimentos especiais e hortaliças que compõem o cardápio da Semana Santa, poderá encontrar na grande estrutura que já está sendo montada no Parque de Exposições Engº. Geraldo Rocha.

Vilas na Páscoa do Parque

Em fase final de montagem, o evento promete movimentar o Parque de Exposições até o sábado, 31. Uma série de opções estará à disposição dos interessados em fazer suas compras ou, desfrutar de restaurantes, espaço infantil, barracas de ovos de chocolate e derivados. O horário de funcionamento será das 8h até meia noite nos quatro dias.

A estrutura da Páscoa no Parque será composta por quatro vilas temáticas. Na Vila do Peixe será totalmente destinada à cadeia do pescado, e os consumidores poderão adquirir peixes frescos, frutos do mar, temperos, verduras e todos os ingredientes imprescindíveis para o cardápio da Semana Santa.

Na Vila dos Sabores, uma praça de alimentação composta por restaurantes e lanchonetes oferecerá cardápios à base de pescado e frutos do mar e música ao vivo. A Vila da Páscoa será um espaço lúdico com a Casa do Coelho e com foco no entretenimento infantil.

Já na Vila dos Parceiros instituições como Codevasf, Instituto Aiba, Fundação Banco do Brasil, Sindicato dos Produtores Rurais, Coopeixe, Bahia Pesca, e Distrito Irrigado Barreiras Sul-DIBS, entre outros, oferecerão orientações aos piscicultores.

A expectativa é superar os números do ano passado, quando foram comercializadas 40 toneladas de peixe e movimentados mais de R$ 1,7 milhões em produtos dentro do evento.

“Estamos nos preparativos finais para a 2ª edição da Páscoa no Parque, e esse ano temos o diferencial com um dia dedicado a capacitação, palestras, informações sobre linha de crédito e controle zootécnico da piscicultura. Temos 350 piscicultores produzindo pescado, e esse evento vai reunir as famílias no Parque e promover a ampliação do nosso polo piscícola”, disse o secretário José Marques.

Já com 90% das vendas confirmadas, os stands continuam sendo comercializados e os interessados podem entrar em contato com a equipe da Secretaria pelo telefone (77) 3613-7595 ou se dirigirem até o Parque de Exposições.

Fonte: barreiras.ba.gov.br

Barreiras participa do Fórum Baiano de Gestores Públicos Municipais de Esporte e Lazer (Foto Reprodução)

Barreiras participa do Fórum Baiano de Gestores Públicos Municipais de Esporte e Lazer.

O Fórum Baiano de Gestores Públicos Municipais de Esporte e Lazer foi realizado nos dias 20 e 21 de março no Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas (RMS). A iniciativa foi promovida pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado (Setre), por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), e do Conselho de Esporte e Lazer do Estado da Bahia.

O evento reuniu 135 municípios, e Barreiras esteve representada pela secretária de assistência social e trabalho, Karlúcia Macêdo e o subdiretor municipal de esportes e lazer, Josildo Félix. Durante dois dias foram discutidos assuntos com foco no debate e demandas do esporte para o fortalecimento do controle social nas políticas de esporte e lazer, ampliação de investimentos nos esportes de participação popular. Também foram abordados assuntos ligados às legislações que tratam das Políticas Públicas de Esporte e Lazer, nas esferas Federal, Estadual e Municipal.

O subdiretor de esportes e lazer, Josildo Félix falou da importância de participar do Fórum e de interagir com experiências de outros municípios. Segundo ele, “participar do Fórum e debater políticas públicas, gestão de esporte e lazer nos proporcionou a oportunidade de perceber como nossas necessidades são parecidas com as dos outros municípios, mas que é possível realizar e transformar projetos em realidade”, disse.

No último dia, a programação contou com mesa redonda para troca de conhecimentos e experiências sobre a gestão participativa de políticas públicas do segmento esportivo. No final das atividades, todos os participantes se reuniram em grupos temáticos para discutir eixos como: Gestão e Controle Social; Ordenamento Legal; Programas e Projetos; Inclusão Social, Cotidiano e Educação; e Financiamento.

Fonte: barreiras.ba.gov.br

Secretaria de Saúde intensifica orientações ao Dia de combate à Tuberculose. (Foto Reprodução)

Secretaria de Saúde intensifica orientações ao Dia de combate à Tuberculose.

O Dia Mundial de Combate à Tuberculose é celebrado todos os anos no dia 24 de março e na manhã dessa quinta-feira, 22, a Unidade Básica de Saúde Jardim Ouro Branco, mobiliou pacientes e moradores do bairro para alertar sobre as consequências e o tratamento da Tuberculose.

Segundo a Coordenadora da Unidade, Enfermeira Maira Fernanda, o trabalho foi desenvolvido durante todo mês de março através das visitas domiciliares dos agentes comunitários e finalizado nessa manhã com uma ação conjunta dos acadêmicos de enfermagem da Faculdade São Francisco de Barreiras – FASB e de toda equipe da unidade.

Mais de 50 pessoas fizeram triagem médica e participaram da palestra sobre a Mobilização e Luta Contra a Tuberculose. A doença acomete principalmente os pulmões, mas pode atingir outros órgãos, como ossos, rins, pleura, gânglios, intestinos e cérebro.

O principal sintoma é uma tosse seca insistente que se prolonga por mais de três semanas, com perda de peso e cansaço fácil, febre baixa. A transmissão é feita pelo ar, por meio de tosse ou espirro da pessoa doente.

Em Barreiras atualmente há 28 pacientes em tratamento. Somente esse ano, oito pessoas foram notificadas com Tuberculose. A doença tem cura, o tratamento dura de seis a doze meses e não pode ser interrompida, mesmo depois do desaparecimento dos sintomas. As pessoas que tiverem suspeitas ou dúvidas sobre a doença podem procurar orientações nas unidades de saúde mais próxima das suas residências.

Fonte: barreiras.ba.gov.br

Semana da Água inicia com atividades e discussões sobre o ciclo hidrológico e potencial hídrico de Barreiras (Foto Reprodução)

Semana da Água inicia com atividades e discussões sobre o ciclo hidrológico e potencial hídrico de Barreiras.

Água, vida, preservação, conscientização, conservação, qualidade e potencial hídrico, estes foram alguns dos temas discutidos na abertura oficial da Semana da Água, realizada nesta tarde de quarta-feira, 21, no auditório da Universidade Federal do Oeste da Bahia- UFOB.

A programação comemorativa é uma iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo em parceria com Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Associação Baiana dos Produtores de Algodão – ABAPA, Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia – AIBA e do 4ºBatalhão de Engenharia e Construção – BEC, que durante três dias estarão levando aos bairros e comunidades rurais, informações e ações educativas para preservação dos recursos hídricos, destacando a importância da água para a sobrevivência humana e para a manutenção da saúde.

Durante a abertura, o biólogo da Sematur, Ronaldo Ursulino apresentou um relatório com as ações desenvolvidas pela secretaria, envolvendo educação ambiental, o viveiro de mudas que já distribuiu mais de 40 mil mudas de espécies nativas, programa de arborização da cidade além dos problemas ambientais, que ainda são constatados na zona urbana e rural.

“Estamos fazendo um trabalho de educação ambiental com as comunidades, levando informações sobre a importância de preservar o habitat. Ainda temos muitos casos de moradores que fazem queimadas, jogam lixos em vias públicas e lançam esgotos a céu aberto, mas com a intensificação da fiscalização, acreditamos que poderemos mudar esse panorama”, disse Ronaldo.

O auditório recebeu convidados e acadêmicos da UFOB e UNEB, que acompanharam as colocações dos professores Dr. José Yure Gomes, a Engª. Sanitarista e Ambiental, Samara Fernandes que fazem parte do corpo discente da UFOB. Também participaram técnicos da Embasa e a bióloga Juliana de Souza Paixão, que coordena o programa Vigia Água na Secretaria Municipal de Saúde.

“Estamos ligados diretamente a qualidade da água, porque o programa é destinado a monitorar a qualidade da água que está sendo consumida na zona urbana e rural. Iniciamos o trabalho em 2016, e estamos mapeando as comunidades na zona rural que ainda não possuem água tratada”, disse Juliana, durante sua exposição.

Mais ações

Amanhã, dia 22, Dia Mundial da Água, a programação será intensa com atividades socioambientais e sustentáveis na Escola Municipal Santa Luzia. Equipe técnica da Sematur e Embasa estarão compartilhando com os estudantes diversas práticas educativas, como o Projeto de Combate a Perdas e a apresentação dos Agentes Mirins de Combate a Perdas, que envolve a vigilância e identificação de vazamentos internos nos imóveis, ou na rede distribuidora de água.

“Começamos a fazer esta ação com os funcionários da Embasa com resultados positivos e agora iniciamos o trabalho no bairro na Santa Luzia, que possui dentro da cidade, um alto índice de perdas. A ideia é montar uma rede de informação para que estes vazamentos e as demandas da população cheguem na empresa”, afirmou a assistente social, Geisa Mendes.

Ainda na comunidade escolar será realizada a arborização das imediações e a distribuição de mudas, além de palestras sobre a conscientização do uso racional da água. A Embasa também estará lançado o projeto do parquinho infantil, construído com materiais retornáveis e sustentáveis. As ações serão realizadas também para as turmas do Programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), no noturno.

A programação será finalizada no dia 23, com a Blitz Educativa da Sematur nas principais ruas do bairro Santa Luzia, que abordará os moradores com panfletos informativos e diálogo sobre a importância da destinação correta do esgoto doméstico.

Fonte: barreiras.ba.gov.br

CRAM Barreiras passa a atender em novo endereço (Foto Reprodução)

A nova sede está localizada na rua Profª. Guiomar Porto, Centro, próximo ao antigo prédio da Prefeitura de Barreiras.

Essa semana, a Prefeitura de Barreiras por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Trabalho realizou a transferência do serviço de atendimento do CRAM – Centro de Referência de Atendimento à Mulher para nova sede, na rua Profª Guiomar Porto, 625 – Centro. O CRAM que funcionava nas imediações do Cais, agora conta com sede centralizada e amplas instalações.

Com a nova unidade, o serviço de atendimento à mulher vítima de violência será ampliado, na medida em que oferece instalações adequadas. Com a equipe multidisciplinar o atendimento de acolhimento, orientação e encaminhamento, jurídico, psicológico e social confere mais eficiência, para o fortalecimento e resgate da cidadania.

De acordo com a coordenadora do CRAM, Fabíola Bonfim, a mudança proporcionará mais comodidade à população que busca por serviços oferecidos pelo setor e também aos servidores, que desempenharão suas funções num ambiente com mais estrutura e qualidade. “Estamos promovendo sempre ações no sentindo de oferecer mais conforto e segurança às mulheres atendidas”, afirma Fabiola.

A Secretária de Assistência Social e Trabalho, Karlúcia Macêdo disse que 335 mulheres já foram atendidas pelo centro nesses três anos de funcionamento, e que as atividades são permanentes.
“A nova sede está mais centralizada, tem salas amplas e conta com todo apoio da equipe multidisciplinar para acompanhar as mulheres em situação de violência doméstica, de gênero ou familiar. Nossa equipe continuará atendendo de segunda a sexta-feira, das 08h às 18h sempre orientando e acompanhando a superação dos casos de violência”, disse a secretária.

Fonte: barreiras.ba.gov.br

Semana da Água mobiliza instituições de Barreiras pela conservação dos recursos hídricos

Semana da Água mobiliza instituições de Barreiras pela conservação dos recursos hídricos.

Com o tema “Soluções naturais para a água – desafios atuais na gestão de recursos hídricos”, a Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo, se une à Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) e a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e põe em prática uma programação comemorativa ao Dia Mundial da Água. Apesar da data oficial ser 22 de março os eventos serão distribuídos no período de 21 a 23 de março com a celebração da Semana da Água quando serão realizadas palestras, mesas redondas, minicursos, arborização, distribuições de mudas, exposições, apresentações artísticas e culturais e mutirão de limpeza.

Estudantes do ensino médio desenvolvem método para purificar água no semi-árido (Foto Reprodução)

Um grupo de estudantes de Campinas, no interior paulista, desenvolveu um método de baixo custo para tratar água de cisternas no semi-árido brasileiro. O sistema, desenvolvido por três alunos da Escola Técnica Estadual (Etec) Bento Quirino, produz cloro a partir da eletrólise – processo químico feito com eletricidade – de uma solução de água com sal. O protótipo prevê ainda o uso de energia solar para o processo, contemplando comunidades que não só dependem da água da chuva, mas que também não tem acesso ao fornecimento de eletricidade.

A ideia foi premiada, no ano passado, pelo Prêmio Jovem da Água de Estocolmo, levando Beatriz Ruscetto da Silva, Matheus Henrique Cezar da Silva e Gabriel Gertrudes Trindade para conhecer a capital da Suécia. Lá, eles tiveram a oportunidade de conhecer projetos semelhantes de todo o mundo, além de ouvir opiniões qualificadas sobre a própria proposta. “Foi surreal, até hoje parece que foi só um sonho. Nenhum de nós três já tinha viajado de avião e nessa viagem ficamos mais de 10 horas no avião. O pessoal da organização do prêmio nos tratou muito bem, com muito amor e até hoje somos amigos desse pessoal”, lembra Beatriz sobre a experiência.

Durante a viagem, o grupo teve a oportunidade de conhecer projetos de outros países e se impressionou com o que foi desenvolvido pelos norte-americanos Ryan Thorpe e Rachel Chang. O sistema elaborado pelos estudantes identifica na água as bactérias sighella, da cólera e da salmonela, mais rápido do que os métodos convencionais e também permite a eliminação imediata dos micro-organismos.

Foi o contato com outro projeto, de um colega de classe, que deu início ao desenvolvimento do STAC-IBR, que ganhou o prêmio sueco. “A ideia nasceu graças ao projeto do nosso amigo Lucas Gabriel: ele fazia eletrólise mas descartava o gás cloro. Pensamos logo em como utilizar o cloro da eletrólise. A primeira ideia foi em tratar água. A partir daqui começamos a pesquisar como isso seria feito e para quem seria feito”, conta a estudante.

Desafios

Para conseguir desenvolver o protótipo, os estudantes do curso técnico em eletrônica tiveram que investir em conhecimentos fora das disciplinas convencionais. “Não foi nada fácil”, enfatiza Beatriz. “Tivemos que aprender química em pouco tempo. Antes do projeto nunca havíamos entrado em um laboratório de química, aprendemos muito”.

O novo desafio envolveu também o estudo das condições atmosféricas. “Tivemos dificuldade nos testes porque não chovia muito e precisávamos da água da chuva. Outra dificuldade foi estar em São Paulo e fazer um projeto inteiramente dedicado ao Nordeste brasileiro”, comenta.

Apesar da premiação, o projeto ainda precisa ser testado no local para passar pelos ajustes necessários à implantação. Segundo Beatriz, seria importante, por exemplo, verificar a fixação do equipamento no solo. “E se as altas temperaturas influenciariam muito no processo e, principalmente, como a população se adaptaria”, enumera.

Mas agora que deixaram o ensino médio e entraram no superior, os estudantes têm menos tempo para dedicar ao projeto e tentar viabilizar o uso prático do equipamento. “Como o projeto começou durante o ensino médio, ficávamos o dia todo juntos. Agora cada um está em uma universidade diferente, atrás de trabalho. Os encontros diminuíram”, conta Beatriz, que agora estuda na Faculdade de Química na Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

Prêmio em 2018

Para a edição deste ano do Prêmio Jovem da Água de Estocolmo, está aberta até 20 de março a votação popular para selecionar o melhor trabalho brasileiro. Qualquer pessoa pode votar, acessando a página do prêmio no Brasil.

Os representantes do Brasil serão conhecidos na manhã da próxima quarta-feira (21), na Vila Cidadã do 8º Fórum Mundial da Água, em Brasília.

Daniel Mello - Repórter da Agência Brasil

Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br

Prefeitura de Barreiras sinaliza ruas de acesso à praça da Sustentabilidade (Foto Reprodução)

A Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã e Trânsito, está realizando os serviços de sinalização vertical e horizontal nas proximidades da Praça da Sustentabilidade Dr. Geraldo Nunes, localizada no bairro Renato Gonçalves.

Na bifurcação da rua Ibirapuera que dá acesso a praça, foram demarcadas as ilhas de interseção e aplicados prismas de concreto, para garantir a segurança dos pedestres e melhor definir o traçado para os condutores.

“Essas intervenções de sinalização melhorarão o trânsito no bairro. Advertimos os condutores, para que tenham mais atenção nessas áreas com ilhas e blocos de concreto, respeitem sempre a velocidade e assim teremos um trânsito mais seguro na cidade”, advertiu o sub secretário Junior Sampaio.

De acordo informações da Coordenação Municipal de Trânsito-COOTRANS, nos próximos dias serão instaladas as placas de sinalização nas ruas adjacentes, melhorando a mobilidade e tráfego nas proximidades.

Fonte: barreiras.ba.gov.br

Foto Reprodução