Aiba é convidada a participar da Tribuna Popular da Câmara de Vereadores de Barreiras

O primeiro vice presidente da Aiba, Celestino Zanella e o diretor de Águas, Cisino Lopes, participaram da Tribuna Popular da Câmara de Vereadores de Barreiras, no dia 11 de setembro. O convite foi feito pelo presidente da Casa, vereador Tito.

 

Foto Reprodução - Site AIBAOs vereadores e os demais presentes à sessão ouviram o pronunciamento de Zanella sobre as ações que a Aiba tem desenvolvido para promover e impulsionar o agronegócio do Oeste da Bahia, resolvendo problemas como a falta de infraestrutura de estradas e de portos. O vice presidente também falou sobre o trabalho social dos produtores rurais através do Fundo para o Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Oeste da Bahia – Fundesis. Segundo Zanella, em sete anos, já foram investidos quase R$ 3 milhões em 63 projetos de 38 instituições, sem fins lucrativos, nos municípios de Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, Angical, São Desidério, Tabocas do Brejo Velho, Mansidão, Santa Rita de Cássia, Correntina, Santa Maria da Vitória e Santana.

 

O diretor de Água da Aiba, Cisino Lopes, tambem esteve na Tribuna e fez um pequeno resumo das propostas da Associação para a estruturação da questão ambiental na região, como a demarcação de APP's nas veredas e a recarga do aquífero Urucuia. Ele ressaltou ainda a importância do envolvimento dos municípios nas questões ambientais, buscando parcerias e atividades diretas com os produtores.

 

Após os pronunciamentos, foi aberto espaço para que os vereadores fizessem perguntas. Questionado sobre de que maneira a Aiba pretende apoiar a Expo Barreiras e que perfil a feira deveria ter, Zanella recordou que, este ano, a Associação se fez presente no evento por reconhecer a importância dele para Barreiras e sugeriu que a pecuária do Oeste da Bahia seja valorizada.

 

Em relação à agricultura familiar, o vice presidente da Aiba, disse que o vale oferece muitas oportunidades para o sucesso do pequeno agricultor, porém é necessário organização e a busca da diversificação da produção. “ A Aiba está buscando realizar uma parceria com a CODEVASF para viabilizar a adoção, em pequenas propriedade, de tecnologias eficientes praticadas nos cerrados.”, informou Zanella.

 

Sobre a baixa vazão do Rio Grande, Cisino Lopes explicou que a principal causa é a variação climática que existe normalmente na região. “ Entre os meses de agosto, setembro e outubro, é quando ocorrem as menores vazões naturais , já que o período chuvoso termina em maio.”, explicou Cisino. Segundo ele, existem dados da Suvale que mostram, em 1962, a vazão de 26m³/seg no Rio de Ondas, próximo a Barreiras. Nesta época, ainda não existia irrigação na região. Atualmente, com cerca de 160 pivôs instalados no mesmo rio, a vazão continua nos mesmos patamares dos 26m³/seg, mostrando que o efeito de baixa vazão é devido ao ciclo hidrológico que a região é submetida.

 

Ao final, o vice presidente da Aiba agradeceu o convite. “ Foi muito importante podermos apresentar o trabalho da Aiba. Agradeço ao presidente da Câmara de Vereadores, senhor Tito e a todos os vereadores pela oportunidade e pela gentileza com que fomos tratados. A Associação está disponível caso sejam necessários mais esclarecimentos.”, concluiu Celestino Zanella.

 

Ascom Aiba

Fonte: http://www.aiba.org.br/noticia/4324/aiba-convidada-a-participar-da-tribuna-popular-da-cmara-de-vereadores-de-barreiras/