Bahia é destaque nacional na realização de conferências pelo meio ambiente

Com um total de 1.777 escolas participantes, a Bahia é o segundo Estado do País em número de unidades de ensino que realizaram a Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, de acordo com o Ministério da Educação (MEC). As escolas, que fazem parte de todas as redes de ensino (estadual, municipal e privada), encerraram a etapa escolar no dia 14 de setembro. Neste momento, estudantes e professores se reuniram para dialogar sobre como transformar sua escola em um espaço sustentável a partir dos subtemas Terra, Fogo, Água e Ar.

De acordo com o coordenador de Educação Ambiental e Saúde da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, Fábio Barbosa, um processo de planejamento possibilitou uma grande mobilização das Diretorias Regionais de Educação (Direc) e das unidades escolares para a participação nas conferências. “O efeito desse processo reflete na sociedade. A Conferência é apenas um pretexto pedagógico para estimular um processo que deve acontecer de forma contínua em sala de aula”, frisou o coordenador.

A etapa escolar é o momento para o fortalecimento ou construção da Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida (COM-VIDA), instrumento criado para socializar a educação ambiental dentro das escolas; para o desenvolvimento do projeto de ação, com a finalidade de promover a sustentabilidade socioambiental a partir da gestão, do currículo e do espaço físico da escola; criação de um produto de educomunicação para divulgar o projeto de ação; e, ainda, eleger os delegados e suplentes que participarão da II Conferência Estadual Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, entre os dias 16 e 18 de outubro.

 

Com o tema “Vamos Cuidar da Bahia com Escolas Sustentáveis”, a II Conferência Estadual será o espaço para a seleção dos projetos que representarão a Bahia na Conferência Nacional, que acontece de 25 a 29 de novembro de 2013, em Brasília. O evento é um instrumento voltado para o fortalecimento da cidadania ambiental nas escolas e nas comunidades, a partir de uma educação crítica, democrática e transformadora.

 

PEA – Como parte da política ambiental do estado, a Secretaria da Educação em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente, lançaram na última quinta-feira (12/09), o Programa de Educação Ambiental do Estado da Bahia (PEA-BA). O programa foi construído coletivamente pela sociedade civil e técnicos de governo a partir da sistematização do conteúdo debatido nas consultas públicas, com o objetivo de orientar e fortalecer ações, projetos e programas setoriais e territoriais de educação ambiental.

Fonte: http://escolas.educacao.ba.gov.br