Carteiros da Bahia decidem adesão à greve na próxima terça

Milena Fahel - A Tarde

Funcionários dos Correios da Bahia têm assembleia marcada na próxima terça-feira, 17, a fim de decidir adesão à greve nacional, deflagrada em alguns estados pela categoria, nesta quinta-feira, 12. Até o momento, apenas cinco sindicatos estão paralisados, são esses: São Paulo, Rio de Janeiro, Tocantins, Bauru e Rondônia.

Na noite desta quarta-feira, 11, seis dos 35 Sindicatos dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos do país participaram de assembleias para decidir sobre a paralisação. "Se até o dia 17 a empresa não nos oferecer um aumento significativo, com certeza haverá paralisação na Bahia e demais estados que estarão em reunião", revela o diretor do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos da Bahia (Sincotelba), Silvano da Silva Pereira.

Segundo nota emitida, nesta quinta-feira, 12, pela assessoria regional dos Correios, 93,3% do efetivo no país, que corresponde a 116.165 empregados, está presente e trabalhando normalmente.

Ainda de acordo com nota, em toda rede de atendimento dos Correios apenas os serviços de entrega de encomendas com hora marcada e do Disque Coleta estão sem funcionamento, podendo haver atraso nas entregas. As demais entregas estão disponíveis e funcionam normalmente.

Os trabalhadores reivindicam reajuste de 5,27% sobre os salários e benefícios, aumento real de 6%, vale-alimentação e reembolso creche. Atualmente, os carteiros ganham, em média, R$ 2.149,72.

Fonte: http://atarde.uol.com.br/bahia/salvador/materias/1533307-carteiros-da-bahia-decidem-adesao-a-greve-na-proxima-terca