Educação integral nas escolas do município de Barreiras

Governo Cidade Mãe implantará educação integral nas escolas do município

 

Nessa segunda, 09, a partir das 09horas, no Centro Cultural será lançado por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Barreiras e o Governo Federal, o Programa Mais Educação, que prevê o estudo em tempo integral em 21 escolas da rede municipal de ensino.

A ampliação da jornada diária nas escolas municipais e a reorganização de suas grades curriculares, oferecendo atividades esportivas, culturais e recreativas em tempo integral, como: Judô, Karatê, Xadrez, Dança e Música serão algumas das atividades previstas no Programa Mais Educação.

De acordo com a prefeita Jusmari Oliveira, desde a época em que atuava como deputada federal, a inclusão de Barreiras no programa não foi uma tarefa fácil exigindo muito empenho junto ao Ministério da Educação. Por isso, ela considera que a implantação do programa em Barreiras é uma conquista que deve ser comemorada por todos os barreirenses.

“Barreiras não estava incluída nesse programa que só é implantado em cidades com mais de 163 mil habitantes. Ainda enquanto deputada buscamos incessantemente junto ao Ministério da Educação a inclusão das escolas de Barreiras no Mais Educação. Não foi uma tarefa fácil. Provamos a necessidade do nosso município enquanto cidade pólo do oeste da Bahia. Nessa segunda, começaremos a grande virada na educação de Barreiras. Nossas escolas terão ensino integral. O Programa Mais Educação é uma luta, uma conquista que garantirá o futuro que queremos para nossas crianças”, comentou a Prefeita Jusmari Oliveira.

Para o desenvolvimento de cada atividade do Programa Mais Educação, o Governo Federal repassa recursos para ressarcimento de monitores, materiais de consumo e de apoio segundo as atividades. As escolas beneficiárias também recebem conjuntos de instrumentos musicais e rádio escolar, dentre outros; e referência de valores para equipamentos e materiais que podem ser adquiridos pela própria escola com os recursos repassados.

Dados do programa - As atividades tiveram início em 2008, com a participação de 1.380 escolas, em 55 municípios, nos 27 estados para beneficiar 386 mil estudantes. Em 2009, houve a ampliação para 5 mil escolas, 126 municípios, de todos os estados e no Distrito Federal com o atendimento previsto a 1,5 milhão de estudantes, inscritos pelas redes de ensino, por meio de formulário eletrônico de captação de dados gerados pelo Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Finanças do Ministério da Educação (SIMEC).  Em 2010, a meta é atender a 10 mil escolas nas capitais, regiões metropolitanas - definidas pelo IBGE - e cidades com mais de 163 mil  habitantes, para beneficiar três milhões de estudantes.