Reprodução Blog do Sigi Vilares

Manifestantes a favor da vaquejada fazem protesto em Barreiras

Assim como ocorreu em Formosa do Rio Preto, um grupo de amantes de vaquejada também realizou um protesto na BR 242, em Barreiras, contra a decisão do STF que proibiu a prática da mesma em todo o país. Um dos líderes do movimento contou que a vaquejada legal não maltrata animais. “Tem cidades que dependem unicamente da vaquejada como forma de renda. O que tem que haver é uma regulamentação para não haver maus tratos. Vaquejada é um esporte e faz parte da nossa cultura, nós somos nordestinos. Não podemos deixar a vaquejada acabar”, protestou Hudson.

 

Manifestantes a favor da vaquejada realizaram um protesto na manhã desta terça-feira, dia 11, na BR 135, trecho de Formosa do Rio Preto. Na oportunidade houve interdição da rodovia, com caminhões e atearam fogo em pneus.

 

A manifestação está sendo organização pela Associação Baiana de Vaquejada. A polêmica começou após o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubar a lei que regulamentava a prática da vaquejada, no estado do Ceará. A decisão dos ministros levou em conta o sofrimento imposto aos animais. Por 6 votos a 5, o STF considerou que a prática fere princípios constitucionais de preservação do meio ambiente.

 

Essa decisão criou um reboliço aos amantes da vaquejada e na região Oeste, principalmente em Formosa do Rio Preto que é uma das maiores festa do município, a vaquejada, não foi diferente. Manifestantes bloquearam a rodovia e filas gigantes de veículos se formaram, onde os mesmos são contra o fim do evento.

 

Fonte: Reportagem de Diogo Gomes/Blog do Sigi Vilares

http://www.sigivilares.com.br/index.php?pag=noticia&id=39595