No dia 7 de Setembro: Grupos prometem manifestações em 140 cidades

O governo federal detectou por meio de monitoramento das redes sociais ameaças de radicalização por parte de grupos como o “Black Bloc” nas manifestações de rua previstas para o Sete de Setembro.

Segundo o estudo, há risco de atos de violência pela manhã no desfile militar da Esplanada dos Ministérios, que terá a presença da presidente Dilma Rousseff, e no jogo entre Brasil e Austrália, que será realizado no estádio Mané Garrincha, às 16h15.

 

Conforme a Folha antecipou ontem, Dilma mandou reforçar a segurança no desfile justamente para tentar evitar atos de vandalismo. O governo também recebeu alerta de protestos violentos no Rio Janeiro.

 

Apostando no que chama de o “maior protesto da história do Brasil”, o Anonymous formado por pessoas que se identificam por meio de apelidos e usam máscaras similares à do filme “V de Vingança” promete manifestações em 140 cidades. Na pauta de reivindicações, o fim do voto obrigatório, a saída de Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado e a prisão imediata dos condenados no mensalão.

 

Fonte: Magno Martins