Programa Jovem Aprendiz dá o primeiro passo

Um encontro entre jovens estudantes e produtores rurais vai marcar o início do Programa Jovem Aprendiz na Propriedade Rural. No dia 13 de novembro, às 8 horas, será realizada, no Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Grande (CETEP BRG) a aula inaugural do projeto que formará jovens para atuarem na área de grãos. Na ocasião, será apresentada a carga horária das aulas e a estrutura do curso. O Programa Jovem Aprendiz na Propriedade Rural foi desenvolvido pela Aiba e conta com o apoio da Faeb, Senar, Cetep, Codevasf Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras, Ministério Público do Trabalho e Ministério do Trabalho e Emprego.

 

Durante seis meses, cerca de 60 jovens com idades acima de 18 anos, serão capacitados para trabalhar com as culturas de milho e soja. Para isso, terão aulas teóricas no Cetep e aulas práticas em uma Fazenda Modelo, localizada no Projeto da Codevasf, Barreiras Norte. No total, serão 800 horas aulas sobre Matemática Aplicada, Saúde do Trabalhador Rural, Importância das Culturas do Milho e da Soja, Preparo do Solo, Manejo da Cultura, Manejo Fitossanitário e Irrigação, dentre outras.

 

No final do curso, em setembro de 2014, os jovens receberão um certificado de formação emitido pelo Senar, dentro das determinações do Código Brasileiro de Ocupações. A próxima turma deverá ser iniciada em fevereiro.

 

O Programa – para atender a Lei 10.097/2000 que determina que toda empresa, seja ela indústria ou propriedade rural, precisa ter uma cota de jovens aprendizes, a Aiba desenvolveu o Programa Jovem Aprendiz na Propriedade Rural e buscou parceiros. Os produtores rurais vão contribuir com maquinário, insumos e com a construção de benfeitorias; a Faeb cedeu instrutores do Senar para ministrarem as aulas, além de oferecer todo o material didático que será utilizado no curso. O Cetep ofereceu suas instalações para a realização das aulas práticas e a Codevasf disponibilizou 07 hectares para a implantação da estrutura de uma Fazenda Modelo, onde serão ministradas as aulas práticas. Todo o trabalho, desde a elaboração do Programa até sua execução, tem o acompanhamento do Ministério Público do Trabalho e Ministério do Trabalho e Emprego.

 

Segundo o diretor de Responsabilidade Social e Extensão da Aiba e articulador do Programa, Helmuth Kieckhöfer, todos os jovens selecionados são alunos do curso técnico de Agropecuária do Cetep que vão, de maneira paralela, fazer a capacitação no cultivo de grãos.

 

“A proposta da formação do jovem aprendiz na Fazenda Modelo é inovadora. É um curso profissionalizante que permite a formação prática num ambiente controlado onde todas as tarefas são monitoradas e previstas conforme grade curricular”, disse Helmuth.

 

Ascom Aiba