Saúde municipal é debatida no plenário de Barreiras

Na sessão de terça-feira (24/09) os vereadores se solidarizaram com os agentes comunitários de saúde, que estão há quase dois meses sem recebimento de salários. Além do atraso, os profissionais alegam condições inadequadas de trabalho e quadro de pessoal insuficiente para cobertura municipal. Em assembléia realizada no plenário da Câmara, ficou definida paralisação para a próxima sexta-feira (27/09).

 

 

Alguns edis criticaram a saúde pública em Barreiras, alegando falta de médicos, de medicamentos e dificuldades na marcação de exames. A vereadora Graça Melo pediu o apoio dos colegas na aprovação do projeto de lei 097/2013 de sua autoria, que estabelece prazo máximo para marcação de consultas e exames de pessoas a partir dos 60 anos de idade.

 

Também entraram em tramitação:

-Projeto de Lei 083/13, de autoria da vereadora Marileide Carvalho, que denomina Escola Municipal Professor Juracy Alves de Souza a Escola Municipal do Parque de Exposição Engenheiro Geraldo Rocha

 

-Projeto de Lei 084/13, de autoria da vereadora Marileide Carvalho, que dispõe sobre a Implantação do Programa Cultural Memória Viva.

 

Indicações

Vereadora Marileide Carvalho

-Criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública de Barreiras

-Criação do Conselho Municipal de Cultura da cidade de Barreiras

 

Vereador Eurico Queiroz

-Instalação de semáforo no cruzamento da avenida Castelo Branco com a rua Joaquim Nabuco, bairro Santa Luzia.

-Instalação de um semáforo no cruzamento da avenida Jardim da Saudade com a avenida Castelo Branco, compreendendo os bairros Vila Nova e Santa Luzia.

 

Maria da Graças Melo

-Construção de uma rotatória na Avenida Cleriston Andrade, na saída e na entrada do bairro Santa Luzia

Fonte: http://www.camaradebarreiras.ba.gov.br/index2.php?id=ler_noticia&id_editoria=35&id_noticia=688