• Iniciadas obras para ampliar abastecimento na zona rural de Barreiras e Cotegipe.

    A Embasa iniciou, neste mês, a obra que vai ampliar o abastecimento de água na zona rural dos municípios de Barreiras e Cotegipe, no oeste da Bahia.

  • Esta é a primeira nascente do Programa de Recuperação firmado entre a Prefeitura de Barreiras e as associações Aiba e Abapa.

    Na última quarta-feira (4), na localidade de Alto da Boa Vista, zona rural de Barreiras, foi protegida a nascente que beneficia diretamente 20 famílias que dependem dessas águas para as atividades básicas e para a irrigação das lavouras. A recuperação da nascente marcou o fim de um curso sobre o tema realizado em parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo, Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), para capacitar técnicos, sociedade civil e entidades representativas da área.

  • O abastecimento de água ficará temporariamente interrompido nesta quinta-feira (7), a partir das 12h, nos bairros Barreirinhas, Bela Vista, São Pedro e Vila do SAS na sede municipal de Barreiras.

  • Crea promove “Seminário Semear Água no Cerrado” em Barreiras.

    Refletir sobre a importância dos serviços ecossistêmicos e seu papel na oferta de serviços ambientais, a exemplo da produção de água, regulação do clima, polinização e controle de pragas.

  • A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) publicou no Diário Oficial do Estado deste sábado (11), o resultado final do concurso público, com a nota e a classificação dos candidatos aprovados. A lista também está disponibilizada no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), organizador do certame, por meio do endereço eletrônico www.ibfc.org.br.

  • Prefeitura de Barreiras se reúne com Ministério Público, Embasa e empresários para tratar de implementação do sistema de esgotamento sanitário.

    A implantação e operacionalização da rede de esgotamento sanitário urbano dos empreendimentos imobiliários em Barreiras foi a pauta da reunião no dia 25, entre Prefeitura de Barreiras, Ministério Público, Embasa, empresários do ramo imobiliário e empreendedores de loteamentos urbanos.

  • Com investimentos de aproximadamente R$ 715 mil, empregados na substituição de equipamentos na captação e na estação de tratamento de água (ETA), a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) aumentou em 21% a vazão total de água distribuída no município de Barreiras, no oeste da Bahia.

    A medida proporciona maior produção de água diante do aumento do consumo durante o período de estiagem prolongada, que se intensifica entre os meses de agosto e outubro. O volume de água disponiblizado em relação ao período das chuvas (comparativo de agosto de 2013 com novembro de 2012) aumentou cerca de 13%, sendo necessário cerca de 3 milhões de litros diários de água a mais para abastecer a população durante a estiagem. 

    Segundo o gerente da Embasa em Barreiras, Marcos Rogério Moreira, a medida vai proporcionar cerca de 1,5 mil metros cúbicos por hora de água tratada, volume que abastece cerca de 42 mil imóveis atendidos em Barreiras. “Também tivemos um aumento de 7% de novas ligações em relação ao último ano, com 2,7 mil novas famílias beneficiadas”, afirma. Outro destaque foi a redução das perdas de água como acontecem em vazamentos na rede ou ligações clandestinas.

     

    Segundo Marcos Rogério, houve uma redução de 0,3% no índice de perdas (comparativo de agosto de 2012 com agosto de 2013), o que vai garantir uma oferta de 40,6 milhões de litros em um mês. “Além do fator ambiental, de otimizar o recurso natural para a distribuição da água nos domicílios, existe uma redução dos gastos investidos em energia que movimenta os equipamentos da captação e da ETA além dos produtos adicionados para o tratamento”, explica.