• Professor da Escola Municipal de Teatro de Barreiras vence o Festival de Poesia de Ibotirama e representará o Oeste no Festival Nacional.

    O Professor da Escola Municipal de Teatro de Barreiras, Ananias Serranegra, venceu na última sexta-feira, 13, a etapa Geraldo Poeta, do Festival de Poesia de Ibotirama – FEPI. O ator Ananias levou o primeiro lugar com a apresentação da poesia “Sonetos aos Urubus”, e Jeandson Veredas ficou com o prêmio de melhor intérprete da noite.

    O FEPI é um festival seletivo, que escolheu nessa etapa, 10 poemas para o Festival Nacional de Poesia, que acontecerá também na cidade de Ibotirama no dia 09 de agosto. Esse festival acontece há 31 anos e é considerado um dos mais tradicionais do país.

    Em 2017, Ananias Serranegra também foi o vencedor e melhor intérprete nas duas categorias do FEPI. Natural da cidade de Ibotirama, Ananias é professor de Artes Cênicas na Escola Municipal de Teatro em Barreiras, e além de ensinar as técnicas de estudos de textos, de interpretação, expressão corporal e outras, aproveita esses métodos transmitidos dentro da sala de ensaio e os aplica em suas apresentações.

    Segundo o professor de artes cênicas, o poema “Sonetos aos Urubus” foi escrito dentro do Centro Cultural Rivelino Silva de Carvalho, onde funciona a escola de teatro e música, espaço considerado ideal para construção da subjetividade e expressões dos sentimentos, que potencializa e valoriza a arte.

    “É muito importante para nós, professores e apaixonados pela arte, participarmos de eventos como esse, pois entendemos que somos referências para os estudantes. São em apresentações como essas, que aplicamos as técnicas estudadas na sala e no palco”, disse emocionado Ananias.

    Fonte: Barreiras.ba.gov.br

     

  • Alunos da Escola Municipal Costa Borges e comunidade barreirense participaram do projeto especial em celebração ao 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, promovido pela equipe da Biblioteca Municipal Folk Rocha. A programação reuniu gastronomia, teatro, poesia e palestra.

    O professor da Universidade do Estado da Bahia – UNEB, Edson Santana palestrou sobre a história e a luta do negro. A Escola Municipal de Teatro apresentou a peça Navio Negreiro, baseada na obra de Castro Alves. O trabalho foi idealizado pela assessora de projetos Carmen Diana.

    “Além das atividades culturais promovemos a degustação de acarajés que é uma comida típica baiana e que mostra a nossa integração com a cultura africana. Estamos muito felizes com o apoio que a Secretaria Municipal de Educação e Diretoria de Cultura, vem dando ao desenvolvimento dos nossos projetos”, disse Elba Lopes, coordenadora da Biblioteca Folk Rocha.

    A Biblioteca Municipal funciona na sede do Palácio das Artes, na Praça Castro Alves.

    Fonte: barreiras.ba.gov.br