• Festa Literária de Barreiras é aberta oficialmente com apresentações, palestras e homenagens aos escritores barreirenses.

    Uma grande estrutura foi montada para receber estudantes, literata, escritores locais, regionais e até internacionais, que participam da programação da FLIB 2018.

    Na manhã de quinta-feira, 17, a Festa Literária de Barreiras – FLIB 2018 foi aberta oficialmente pelo prefeito Zito Barbosa e Conselho Curador. Idealizada numa grande estrutura física, no Parque de Exposições Engº. Geraldo Rocha, a FLIB iniciou com a solenidade de abertura, apresentações artísticas, palestras e a presença de centenas de estudantes da rede municipal, estadual e privada de ensino.

    Festa Literária de Barreiras
    Festa Literária de Barreiras

    Nos corredores, crianças, jovens e adultos se encantavam com as exposições nos estandes, que trouxeram marcadas as homenagens aos escritores barreirenses e personalidades da literatura como Carlos Abdon, Antônio de Pádua, Robson Batista, Wilson Lins, Janinne Farias, Durval Nunes, Vinicius Lena, Nadir Xavier, Ignez Pitta e Clebert Luiz.
    O espaço também agrega o auditório Walquíria Therezinha Amorim, espaço gastronômico, acervo literário com vendas de livros pela FTD e Gráfica Irmãos Ribeiro, amostra áudio visual “Seu Vavá” e a presença do Colégio Padre Vieira, Sagrado Coração de Jesus, José Agostinho, Escola de Música Antonino Sampaio, Escola do SESC, Santos Dumont e Semear. Quem participa também são as equipes do Museu Municipal, Biblioteca Folk Rocha e Academia Barreirense de Letras.

    Solenidade de abertura
    A solenidade de abertura aconteceu na Rota 5, Palco Principal Reginaldo Régis com a presença de autoridades, público e organizadores. O prefeito Zito Barbosa acompanhado da primeira dama e secretária de saúde Marisete Bastos, a vice prefeita Karlúcia Macêdo, a secretária de educação Cátia Alencar, a diretora de cultura Emília Moreno, o presidente da Câmara de Vereadores Gilson Rodrigues e o Conselho Curador deram as boas-vindas aos estudantes e visitantes.

    A secretária de educação, Cátia Alencar iniciou agradecendo a parceria da UFOB, UNEB, IFBA, NTE 11 e ABL que compõem o Conselho Curador. Apontou a importância da presença da editora da FTD e do diretor Sérgio Gama, que aceitaram o convite de expor durante a FLIB.

    “Um dia de festa nessa manhã de literatura. Abrimos a FLIB 2018, com o verdadeiro sentimento de termos construídos essa festa a quatro mãos, levando aos escritores barreirenses essas lindas homenagens e exposições. Aqui, durante três dias teremos compartilhamento de experiências, aprendizado e acima de tudo uma viagem no mundo da literatura”, disse a secretária.
    Os membros que integram o Conselho Curador se pronunciaram e demonstraram a aprovação na interação poder público, instituições de ensino e escritores. A diretora regional do NTE 11, Maria Aparecida foi enfática ao apontar o evento literário como referência na processo de aprendizagem.

    “Nosso foco era reunir todos os municípios que fazem parte da NTE11 para visitarem a FLIB, e vamos alcançar esse objetivo. Iniciamos esse projeto em 2016, juntamente com as instituições de ensino e poder público, e vamos sim, dar continuidade, porque acreditamos no poder de mudança da literatura, ela abre os horizontes e fornece ferramentas para o desenvolvimento humano”, disse Maria Aparecida.

    O prefeito Zito agradeceu o apoio e parceria das instituições que compõem o Conselho Curador e convidou a todos os visitantes para prestigiarem às 19h, no stand da ABL, o ato de sanção da lei que torna a Academia Barreirense de Letras entidade de utilidade pública do município de Barreiras, além da autorização para doação de terreno para construção da sede da instituição.
    “É com grande alegria que iniciamos hoje a edição 2018 desse grande evento literário que é a FLIB. A inserção da Festa Literária nas comemorações do aniversário da nossa cidade só consolida seu significado para todos nós que sendo natos ou não somos todos filhos desta terra. Sabemos que precisamos ampliá-la ainda mais como meu amigo e diretor da UNEB, Joaquim Neto citou, e quem sabe chegar ao mesmo patamar da Feira de Parati. Vamos trabalhar para isso, buscar mais parceiros, editoras e firmar a FLIB como evento permanente no calendário municipal”, disse o prefeito Zito.

    Fonte: barreiras.ba.gov.br

  • Festa Literária de Barreiras tem início nesta quinta-feira (17) com show de Bule Bule e vasta programação literária e cultural.

    O evento realizado no Parque de Exposições Engenheiro Geraldo Rocha oferece ao público cinco rotas, com uma série de eventos diários 

    A partir desta quinta-feira (17) até o sábado (19), Barreiras será a sede do maior evento literário do Oeste da Bahia, a edição 2018 da Festa Literária de Barreiras (FLIB), que mobilizará escritores, jornalistas, editores, poetas, cantores, estudantes e apaixonados pela literatura, em um evento composto por mais de 100 atrações e dividido em cinco rotas. A proposta da organização é agradar todos os públicos, desde o infantil, com a Flibinha, o juvenil com as oficinas e apresentações de escolas, até o adulto, com atrações, musicais, mesas redondas e muita literatura.

    Quem quiser conferir de perto as atrações, vale a pena um passeio pelas rotas da FLIB, que terá a abertura oficial às 9h com a presença de autoridades, público e organizadores na Rota 5 – Palco Principal Reginaldo Régis. Enquanto isso, em todos os quatro outros pontos, eventos acontecem simultaneamente a partir das 10h, como a Conferência de Abertura 21 Anos de Instituição do Curso de Letras da Uneb, na Rota 1 do Autores – Walquíria Therezinha Amorim.

    A programação se estende durante o primeiro dia com opções para todos os gostos e estilos, passando pela Rota 2 – Flibinha Tia Laura, com a Hora do Conto, às 15h, seguindo pela Rota 3 – Fliblink Robinson Almeida, letramento digital às 14h e mesa redonda às 15h. Já na Rota 4 – Alcyvando Liguouri da Luz, tem eventos recheados de poesias das 10h da manhã até às 17h. E, finalmente encerrando o dia de abertura da Festa Literária, na Rota 5 – tem o show ‘Cantoria de Viola’ com o cordelista Bule Bule.

    “Esse ano, conseguimos o importante apoio da editora FTD que viabilizou a vinda de Bule Bule a Barreiras, assim como o sorteio de livros e doação de exemplares à Biblioteca Municipal Folk Rocha. Estamos ansiosos pela abertura da festa, porque reunimos um grande time de colaboradores que sem dúvida fará da FLIB a maior festa literária da Bahia”, disse Emília Moreno, diretora municipal de cultura.

    A FLIB integra as comemorações dos 127 anos de Barreiras e é uma realização da Prefeitura de Barreiras com o coordenação do Conselho Curador composto pela Uneb, Ufob, IFBA e NTE 11. Este ano o evento traz como tema “O Oeste na Rota das Letras”, em homenagem aos literatas de Barreiras e artistas regionais.

    Fonte: barreiras.ba.gov.br

     

  • Esta é a primeira nascente do Programa de Recuperação firmado entre a Prefeitura de Barreiras e as associações Aiba e Abapa.

    Na última quarta-feira (4), na localidade de Alto da Boa Vista, zona rural de Barreiras, foi protegida a nascente que beneficia diretamente 20 famílias que dependem dessas águas para as atividades básicas e para a irrigação das lavouras. A recuperação da nascente marcou o fim de um curso sobre o tema realizado em parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo, Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), para capacitar técnicos, sociedade civil e entidades representativas da área.

  • Profissionais de saúde e assistência social se reuniram na Unidade de Saúde da Família Dr. Jaime Dias de Lima, nesta segunda-feira, 12, para uma roda de conversa sobre as ações que podem ser desenvolvidas em favor da proteção social, empoderamento e promoção da autonomia feminina. A programação do dia foi desenvolvida pelo Centro de Referência de Assistência Social – CRAS IV da Vila Brasil, e mediada pelas professoras da Universidade Federal do Oeste da Bahia – UFOB, Natália Medina e Tânia Kuhnen.

    O encontro trouxe o debate sobre o perfil das famílias atendidas pelos CRAS, unidades e agentes de saúde, as políticas públicas de apoio às mulheres e como trabalhar no enfrentamento à opressão e violência contra a mulher. “Muitas vezes não entendemos porque as mulheres não saem desses relacionamentos abusivos. É preciso que ela encontre essa rede de suporte fortificada para ajudar a sair destas situações de risco”, disse a professora Natália Medina.

  • Crea promove “Seminário Semear Água no Cerrado” em Barreiras.

    Refletir sobre a importância dos serviços ecossistêmicos e seu papel na oferta de serviços ambientais, a exemplo da produção de água, regulação do clima, polinização e controle de pragas.

  • Isso mesmo. Vejam a matéria completa.

    http://www.bahianoticias.com.br/noticias/noticia/2011/02/10/85877,ufba-pode-criar-curso-de-medicina-em-barreiras.html