Barreiras Bahia - Fotos, videos e notícias.

Barreiras Bahia - Fotos, videos e notícias.

Safra de 2011 no oeste baiano

Bahia Rural. Produtores de algodão do oeste baiano se animam com a safra de 2011
Com a chuva que caiu na hora certa, a produtividade aumentou e o preço também.

Na Bahia algumas instituições tiveram vagas suspensas, dentre elas o Instituto de Educação Superior Unyahna de Barreiras – Iesub, em Barreiras,  e Faculdade São Francisco de Barreiras – FASB, em Barreiras.

Fonte: http://www.consuladosocial.com.br/?p=104433

A Embraer anunciou na tarde desta quarta-feira (01/06) durante a Bahia Farm Show, em Luis Eduardo Magalhães (BA), que vendeu três novos aviões agrícolas Ipanema no primeiro dia do evento. As aeronaves foram vendidas para produtores rurais da região oeste do estado. Fábio Bertoldi Carretto, gerente comercial da Embraer para o Ipanema, afirmou que a empresa já aumentou em 10% a previsão de entregas de aviões somente para este ano. 

 

“No início do ano, nossa expectativa era produzir e entregar 40 aeronaves, mantendo os índices obtidos em 2010. No entanto, a expansão do agronegócio brasileiro, em especial nesta região, gerou uma demanda adicional que nos fez ajustar esta previsão”, afirmou Carretto.

 

Um dos compradores foi o produtor rural João Carlos Jacobsen Rodrigues, proprietário da Jacobsen Centro de Cultivos, de Barreiras (BA). Ele receberá o seu primeiro Ipanema já no segundo semestre de 2011. “Estamos preparados para atender a cadência produtiva, caso seja necessário”. Cada aeronave, que é movida a etanol, custa R$ 678 mil.

 

A presença do Ipanema no oeste da Bahia é antiga, mas se intensificou nos últimos anos com a acelerada expansão do agronegócio na região. Um bom exemplo é o Grupo Busato, que no começo de 2011 recebeu o quarto Ipanema. “Temos um relacionamento de oito anos com este grupo, que tem se mostrado satisfeito com o desempenho da aeronave”, diz W.Rangel, diretor comercial da Cavok Aviação, que é representante da Embraer na região.

 

por Viviane Taguchi

Com a mesma intensidade de propósito e organização dos Encontros Estadual, e Regionais de Porto Seguro e Camaçari, está confirmado o 3º Encontro Regional do TCM – Tribunal de Contas dos Municípios de Capacitação com os Gestores Municipais, em parceria com a UPB – União dos Municípios da Bahia, a realizar-se em Santa Maria da Vitória, no próximo dia 10 de junho, reunindo também os municípios integrantes da 7º e 27ª Inspetorias, sediadas em Barreiras e Caetité. Ao todo estarão presentes 55 municípios baianos. Saiba mais

 

Santa Maria da Vitória, sede da 25ª Inspetoria Regional de Controle Externo do TCM, é um município localizado no Oeste baiano, com cerca de 45 mil habitantes, distante 872 Km de Salvador.

 

A 25ª IRCE agrega, além de Santa Maria da Vitória, os municípios de Bom Jesus da Lapa, Brejolândia, Canópolis, Cocos, Coribe, Correntina, Feira da Mata, Jaborandi, Santana, São Félix do Coribe, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Sítio do Mato e Tabocas do Brejo Velho.

 

A 27ª Inspetoria, com sede em Barreiras, cidade mais populosa da região, com 137 mil habitantes, congrega ainda outros 12 municípios: Angical, Baianópolis, Catolândia, Cotegipe, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Luis Eduardo Magalhães, Mansidão, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, São Desidério e Wanderley.

 

Também participarão do Encontro os municípios que integram a 7ª Inspetoria, com sede em Caetité, de 41 mil habitantes: Botuporã, Caculé, Candiba, Carinhannha. Caturama, Candeúba, Dom Basílio, Érico Cardoso, Guanambi, Ibiassucê, Agaporã, Iuiu, Jacareci, Lagoa Real, Licínio de Almeida, Malhada, Malhada de Pedras, Matina, Palmas de Monte Alto, Paramirim, Riacho de Santana, Rio do Antônio, Rio do Pires, Sebastião laranjeiras, Tanque Novo e Urandi.

 

O presidente do TCM-BA, Paulo Maracajá Pereira, que já confirmou presença no Encontro de Santa Maria da Vitória, mostra-se muito satisfeito com os resultados que vem sendo obtidos pelos eventos já realizados, “pois está ficando muito claro que os prefeitos, vereadores e técnicos da administração pública estão absorvendo os nossos propósitos que são de orientar aos gestores para que sejam eliminados os problemas técnicos que têm provocado entraves nas contas públicas municipais”.

 

O mesmo sentimento é explicitado pelo presidente da UPB, Luiz Caetano, sob a ótica de que “nossos eventos estão contribuindo para a apresentação de relatórios com muito mais eficiência e transparência, pois o que podemos constatar na maioria dos casos são erros técnicos, por falta de um conhecimento mais aprofundado, que os debates dos técnicos do TCM estão consagrando aos gestores baianos”.

 

Após o 3º Encontro, em Santa Maria da Vitória, serão realizados os eventos regionais de Irecê (08/07), Juazeiro (22/07), Itabuna (05/08), Vitória da Conquista (19/08), Jacobina (02/09), Rui Barbosa (16/09), Alagoinhas (30/09), Jequié (14/10) e Serrinha (28/10).

 

Fonte: http://www.consuladosocial.com.br/?p=103759

Organizado pela Secretaria Municipal de Agronegócios em parceria com a Agência de Desenvolvimento Agropecuário da Bahia – Adab, o evento marcou o início da campanha de vacinação no Oeste.

Participaram a prefeita Jusmari Oliveira, o coordenador regional da Adab Pedro Mariano, o secretário de Agronegócios, Celito Breda, o presidente da Acrioeste, Ricardo Barata, representantes de associações, sindicatos, estudantes e secretários de governo.

Com um rebanho estimado em quase um milhão de cabeças, a região Oeste é considerada zona livre da doença. Na campanha realizada em 2011, foram imunizados 98% do rebanho regional. Para garantir a adesão de 100% dos criadores na campanha deste ano que vai até dia 31, a prefeitura fará a distribuição de 20 mil doses a criadores de Barreiras. O primeiro lote com 16 mil doses já está disponível na Secretaria de Agronegócios.

“Esta atitude vai além da questão financeira. Ela fomenta e estimula para que as pessoas vacinem. Mostra que a prefeitura está ao lado do produtor e a Acrioeste está aqui para ajudar no que for preciso”, destacou o presidente da instituição.

Depois de vacinar o gado, os criadores devem declarar a vacinação junto à Adab. “A declaração é tão importante quanto a vacinação. O criador que for na Adab já obtém sua declaração online para facilitar o trabalho. Mais uma vez, é importante destacar o esforço de todos os envolvidos em conseguir essas doses gratuitas, porque isso não é fácil”, disse o coordenador regional, Pedro Mariano.

A prefeita Jusmari Oliveira oficializou o inicio da campanha no Oeste, com a vacinação simbólica. Segundo ela, oferecer as doses gratuitamente é muito mais que uma forma de apoiar o homem do campo, trata-se de uma obrigação de todo o gestor público. “Não é fácil morar no campo em Barreiras. Encontramos centenas de famílias sem água e luz. São dois anos de governo e não tem um dia sequer que não priorizamos a zona rural porque infelizmente, ela foi excluída do processo de melhorias do município. Nossa batalha é para reverter essa realidade”.

 

Fonte: http://www.iepec.com/noticia/barreirasba-abre-campanha-regional-de-vacinacao-contra-febre-aftosa

Portal do Agronegócio

 

Série de quatro reportagens sobre desenvolvimento sustentável foi a grande vencedora na categoria telejornalismo. O repórter Mauro Anchieta representou a equipe da TV Oeste na premiação.

Série de quatro reportagens sobre desenvolvimento sustentável foi a vencedora do Prêmio Sebrae de Jornalismo.

Quarta-feira, 25/05/2011

 

 

Em audiência na manhã desta quinta-feira, 26, em Brasília, com o governador Siqueira Campos, o presidente da Valec – Engenharia, Construções e Ferrovias S/A,  José Francisco das Neves, o Juquinha, firmou o compromisso de que a Ferrovia Oeste-Leste terá uma base em Gurupi, no Sul do Tocantins.

O projeto está bem adiantado e a linha passará por Barreiras (BA) com destino ao novo porto que será construído entre Ilhéus e Salvador, o qual tem o apoio total do Governo da Bahia e da Valec para ser construído o mais rapidamente possível.

José Francisco das Neves, que é natural de Taguatinga, no sudeste do Estado, falou da admiração e respeito pelo governador e pelo Tocantins. “Juquinha é tocantinense e tem amor pelo Estado, que foi criado para dar exemplo ao País. Temos uma posição geográfica estratégica e a construção de mais esta Ferrovia aumenta a capacidade de promover um grande desenvolvimento”, disse o governador.

 

Um termo de convênio para cooperação técnica mútua para desenvolvimento da área de influência da Ferrovia Norte-Sul no Estado também foi levado pelo governador Siqueira Campos ao diretor-presidente da Valec. O senador Vicentinho Alves foi o responsável por viabilizar a audiência.

 

Acompanhado do secretário das Relações Institucionais do Governo, Lívio de Carvalho, e do senador Vicentinho, o governador Siqueira Campos entregou a proposta de cooperação técnica à Valec e apresentou alguns pontos primordiais para serem analisados pela construtora, como um termo aditivo relativo aos pátios das plataformas da Ferrovia Norte-Sul, no Tocantins, e a solicitação de aquisição de serviço de sensoriamento remoto.

 

As plataformas multimodais contam com apoio Petrobrás e participação das empresas interessadas na sua construção, ressaltando-se que todas elas estarão equipadas para o embarque/desembarque e desembaque/embarque de todos os modais envolvidos, rodoviário, ferroviário e hidroviário. O governador ainda propôs à Valec a intenção de que os municípios tocantinenses constem no plano de mitigação dos impactos ambientais decorrentes da construção da Ferrovia Norte-Sul.

 

“A Ferrovia Norte-Sul é uma realidade que ajudei a construir. Ainda na década de 70, quando defendia a construção dessa ferrovia, mesmo naquela época, imaginava que a estrutura da obra deveria seguir um modelo de redução de impactos ambientais que não prejudicasse as cidades cortadas pela ferrovia. É dever do Estado encontrar uma forma de, juntamente com a empresa construtora e com a sociedade civil e organizada, fazer valer o plano de mitigação de impactos ambientais, conciliando progresso e preservação”, afirmou o governador.

 

Para o senador Vicentinho Alves a proposta do Governo é essencial.“O empenho do governador Siqueira Campos em trazer à Valec um termo de convênio para cooperação mútua demonstra a visão moderna que se deve ter em obras públicas de grande porte, como a Norte-Sul. Não basta apenas pensar nos benefícios que a ferrovia trará, sem levar em consideração preservar o meio onde ela está inserida”, pontuou Vicentinho.

 

Ferrovia de Integração Oeste-Leste

A Ferrovia de Integração Oeste-Leste dinamizará o escoamento da produção do Tocantins e servirá de ligação dessa região com outros polos do país, por intermédio de conexão com a Ferrovia Norte-Sul. Incluída entre as prioridades do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a Ferrovia de Integração Oeste-Leste terá 1.527 quilômetros de extensão e envolverá investimentos estimados em R$ 7,43 bilhões até 2014.

 

A ferrovia ligará as cidades de Ilhéus, Caetité e Barreiras – na Bahia – a Gurupi, formando um corredor de transporte que otimizará a operação do Porto de Ponta da Tulha e ainda abrirá nova alternativa de logística para portos no norte do país atendidos pela Ferrovia Norte-Sul e Estrada de Ferro Carajás. (Informações da Secom)

http://www.ogirassol.com.br/pagina.php?editoria=%C3%9Altimas%20Not%C3%ADcias&idnoticia=25758