Barreiras Bahia - Fotos, videos e notícias.

Barreiras Bahia - Fotos, videos e notícias.

De 04 a 11 de julho será realizada em Barreiras a maior feira agropecuária da região oeste da Bahia, a 28ª EXPOBARREIRAS.

Aguarde fotos e novidades!
Confira as atrações:
Sábado (03/07) Tomate

Domingo (04/07) Cavalheiros do Forró

Segunda (05/07) Atrações locais

Terça (06/07) Atrações locais

Quarta (07/07) Saia Rodada

Quinta (08/07)  Seu Maxixe

Sexta (09/07) Léo Magalhães

Sábado (10/07) Edu e Maraial

Domingo (11/07) Show Gospel

Precisando criar um site? Clique Aqui!

 

 

 

De 04 a 11 de julho será realizada em Barreiras a maior feira agropecuária da região oeste da Bahia, a 28ª EXPOBARREIRAS.  Na noite de ontem, 10, foi realizada uma reunião entre a comissão organizadora e representantes da UNEB, Cincose, Sebrae, Bancos, EBDA, AEAB, Associação de Pescadores, AIBA e outras entidades de classe. O objetivo foi discutir formas para impulsionar ainda mais o fechamento de negócios durante os dias da feira.

 

Precisando criar um site? Clique Aqui!

O concurso oferece 31 vagas para 11 cargos existentes no quadro efetivo da câmara de vereadores. Essas vagas são destinadas tanto para o nível médio quanto para o nível superior.

As inscrições estão sendo feitas exclusivamente pelo endereço eletrônico www.brbassessoria.com.br, durante 24 horas por dia. As provas serão realizadas no dia 25 de julho de 2010 o local e horário da prova será afixado na Câmara do Municipal de Barreiras, através de publicação Oficial utilizada pela Câmara e no site da www.brbassessoria.com.br, com antecedência de cinco dias do dia da prova sendo esta a forma que facilitará o acesso do candidato à local do concurso.

Fonte: Ascom / Barreiras

O Brasil foi descoberto na Bahia e a partir do seu litoral iniciaram-se as entradas ao interior, penetrando a princípio através dos rios que desaguavam no oceano. Os desbravadores buscavam metais e pedras preciosas, bem assim terras férteis e dotadas de chuvas regulares e bacias hidrográficas perenes, que foram encontrar principalmente às margens do rio São Francisco e seus afluentes, já que mais de 50% do território baiano acha-se situado no polígono das secas. Com sementes e gado, trazidos das ilhas Canárias e Cabo Verde, foram instalando fazendas à beira desses cursos d´água, tanto que, no Brasil colonial o São Francisco era apelidado de “rio dos currais”.

 

Na nossa região, à margem esquerda do São Francisco, em 02 de dezembro de 1698, tanto vicejavam as fazendas, que o rei de Portugal, D. Pedro II, assinou uma carta dirigida ao Governador Geral do Brasil, D. João de Lancastre, ordenando que instalasse arraial, para dar proteção aos povoadores, em suas fazendas de gado, citando a lagoa de Parnaguá (hoje, no Piauí), o rio Preto, que deu origem a Santa Rita de Cássia; o rio Grande, onde se criou Campo Largo, atual Taguá, distrito de Cotegipe; o rio São Francisco, fazendo surgir Barra, onde o rio Grande deságua no São Francisco. Também foi criado Pilão Arcado, à margem do São Francisco, que hoje pertence à região norte da Bahia. Por força dessa carta régia, toda a área à esquerda do São Francisco, que se convenciona chamar Oeste baiano, assim como a parte norte, (futuro estado do rio São Francisco) em 1700 foi elevada à condição de distrito de Cabrobó, Pernambuco, com sede em Barra, iniciando-se desse modo a institucionalização da região, com a criação de cargos governativos, sendo o primeiro o de juiz. A carta régia que deu origem à urbanização da área em estudo vinha sendo solicitada há mais de 20 anos pelos habitantes de Barra e foi o ponto de partida para o desenvolvimento e criação dos municípios que evoluíram a partir dos primeiros arraiais.

Fonte:

Leia mais em: http://www.historiadebarreiras.com/historia/urbanizacao-de-barreiras-ba/

 

Perfil TreinamentosAgenciamento de profissionais ao mercado de trabalho

Candidate-se a vagas de emprego em Barreiras, Luis Eduardo Magalhães e região oeste da Bahia.

Website: http://www.perfiltreinamentos.com.br/

Perfil Treinamentos - Agência de Empregos - 5.0 de 5 - 1 voto

 

A Lagoa Azul é verde

 

De São Desidério à Lagoa Azul são 15 quilômetros em estrada de chão, bem conservada. A paisagem é de mata de cerrado nativo e em alguns trechos, apresentam-se fazendas de gado que devastaram a paisagem natural para abertura de pasto.

 

A Unidade de Conservação foi criada pelo Governo Municipal. Logo na entrada do parque, há uma estrutura semi-pronta de um abrigo para os visitantes, o prédio possui telhado coberto, espaço para banheiros, loja para comercializar artesanatos e alimentos, falta ainda instalação elétrica e hidráulica.

 

Após o abrigo, segue-se por uma trilha, onde estão espalhadas placas de madeira que indicam as espécies de árvores que ali se encontram. Se o visitante estiver com sorte, é possível avistar macacos bugios, ou guaribas nos galhos das árvores à procura de alimentos, são animais ariscos e preferem ficar longe e escondidos da presença humana. Os pássaros, pelo contrário, gostam de se exibir, com seu canto e plumas coloridas que se destacam por entre as árvores. Durante o trajeto vê-se ainda cupinzeiros nas árvores, formigueiros gigantes, uma diversificada espécie de insetos e borboletas à procura de pólen.

 

A caminhada é leve e agradável, em pouco tempo chega-se ao mirante da Lagoa Azul. A vista é fascinante, do alto de uma pedra é possível contemplar um gigantesco lago que apesar de ter o nome de Lagoa azul, suas águas são de um intenso verde, margeado por uma nata esbranquiçada que serve como filtro das impurezas que caem no calmo espelho d’água, como folhas, excrementos de animais. Paredões rochosos cercam toda a extensão da lagoa, da pedra do mirante até a água, são 40 metros de altura e nesse ponto a água pode ter a profundidade de 14 a 15 metros.

 

Segundo o guia turístico de São Desidério, Jussyklebson da Silva de Souza, tanto em períodos de estiagem quanto de chuva, a tonalidade da água não muda e nem a quantidade de água dentro da lagoa. Permanece sempre a mesma, verde, calma e profunda.

 

O silêncio e a natureza intocada tornam o cenário único, de beleza indescritível e poética. Nos céus, revoada de pássaros fazem um bailado que chama a atenção. No alto dos paredões as pedras formam imagens que despertam a imaginação.

 

Alguns metros dali, seguindo uma pequena trilha, esta o aquário natural. Milhares de peixinhos movimentam-se freneticamente. A água apesar de limpa, somente é possível visualização na parte superficial, devido à profundidade que chega até 60 metros. Ao fundo o paredão vermelho completa o cenário. No chão, folhas secas que vez ou outra são levadas pelo vento. (Luciana Roque/Ascom Instituto Bioeste)

 

Fonte: http://bioeste.blogspot.com/2010/04/lagoa-azul-e-verde.html